sicnot

Perfil

Rio 2016

Velejador Gustavo Lima em 14.º posição após duas regatas de Laser

O velejador português Gustavo Lima terminou esta segunda-feira na 14.ª posição as duas primeiras regatas da classe Laser nos Jogos Olímpicos Rio2016, após dois 15.os lugares.

Na sua quinta participação em Jogos Olímpicos, Gustavo abriu a prova com 30 pontos, numa prova que é liderada pelo croata Tonci Stipanovic, com seis pontos, os mesmos do argentino Julio Alsogaray.

Na terceira posição está o russo Sergei Komissarov, com 11 pontos.

Na terça-feira, estão previstas mais duas regatas da classe Laser.

Lusa

  • Gustavo Lima pela 5ª vez nos Jogos Olímpicos
    4:59

    Desporto

    Gustavo Lima qualificou-se na semana passada para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. É a quinta presença consecutiva do velejador português em Jogos Olímpicos, depois da estreia em Sidnei no ano de 2000. Gustavo Lima vai defender, na cidade onde nasceu, as cores portuguesas na classe Laser. Em entrevista à SIC Notícias, o velejador elogiou todos os atletas que já conseguiram o apuramento, nomeadamente João Rodrigues que vai competir nas Olímpiadas pela 7ª vez.

  • "Levo Portugal comigo e talvez seja essa a minha motivação"
    0:58

    Rio 2016

    Gustavo Lima partiu para o Rio de Janeiro, onde vai representar Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O velejador não promete trazer uma medalha para Portugal, mas acredita que a experiência e a confiança vão ser as suas melhores armas para o sucesso. Esta será a quinta participação de Gustavo Lima nos Jogos Olímpicos.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.