sicnot

Perfil

Rio 2016

COI e Comité Organizador recorrem de decisão que permite manifestações políticas

© Carlos Barria / Reuters

O Comité Olímpico Internacional (COI) e o Comité Organizador do Rio 2016 recorreram de uma decisão judicial tomada na segunda-feira que permite ao público protagonizar manifestações políticas nas competições.

O recurso foi encaminhado a um juiz federal que deferiu uma providência cautelar determinando que o Governo Federal, o Estado do Rio de Janeiro e o Comité Organizador do Rio 2016 se abstivessem de proibir manifestações pacíficas de cunho político em locais oficiais de provas dos Jogos Olímpicos.

"Recebemos a liminar (providência cautelar) e pedimos que o juiz reveja o caso. Vamos respeitar a liminar enquanto estiver em vigor", disse Mário Andrada, diretor de comunicação do COI.

Ele afirmou, porém, que os locais das provas não são locais de manifestações políticas ou religiosas e que as regras dos Jogos Olímpicos são iguais as aplicadas no Mundial de Futebol, onde este tipo de manifestação também é proibida.

Dois casos de agentes de segurança coibindo torcedores carregando cartazes ou fazendo manifestações de cunho político nas áreas de competições foram registados e divulgados nas redes socais no passado fim de semana.

No primeiro deles um grupo vestindo camisetas que lado a lado formavam a frase "Fora Temer" foi abordado no estádio do Mineirão, em Minas Gerais, num jogo de futebol feminino.

No segundo, um homem que assistia a prova de tiro com arco foi retirado da arquibancada por homens da Força Nacional.

Ele também carregava um cartaz de protesto contra o Presidente da República interino Michel Temer.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.