sicnot

Perfil

Rio 2016

Irina Rodrigues "muito abalada" após lesão que a afastou das olimpíadas

A lançadora do disco Irina Rodrigues afirmou esta quarta-feira estar "muito abalada" por falhar os Jogos Olímpicos Rio2016 na sequência de uma lesão sofrida no treino da tarde de terça-feira, no ginásio da Aldeia Olímpica.

"Estou muito abalada. Muito mesmo. Treinei quatro anos e estava a uma semana da minha competição", escreveu, na sua conta na rede social Facebook, declarando: "Agora só me resta ser forte e ter fé! Já tive várias pedras no meu caminho e esta é mais uma".

A atleta do Sporting, de 25 anos e que foi 32.ª na sua estreia olímpica em Londres2012, explicou que fraturou o "maléolo peroneal direito" depois de cair num treino.

"O piso estava húmido, escorreguei, caí com a anca, torci o pé e depois caiu a barra de 60kg em cima do pé direito (...). Queria agradecer a todas as pessoas e entidades que me apoiaram neste ciclo (...) Apesar de tudo, estou grata. Estou nos Jogos Olímpicos do Rio e vou lutar para que em Tóquio tudo corra bem", concluiu.

Na mesma rede social, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, já desejou "rápidas melhoras à atleta", cuja lesão, deixou o contingente luso no atletismo reduzido a 23 atletas.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sporting critica decisão sobre vouchers antes do dérbi
    2:11

    Desporto

    A pouco mais de 24 horas do dérbi, o polémico caso dos vouchers volta a abalar as relações entre o Sporting e o Benfica. Os "leões" dizem que é falso que a UEFA tenha rejeitado a queixa contra as águias. O Comité Disciplinar do organismo europeu do futebol considerou que não há qualquer ato ilícito nas ofertas dos encarnados a árbitros.Mas para o diretor de comunicação do Sporting, a UEFA decidiu apenas não avançar com um processo porque está em curso uma investigação em Portugal.