sicnot

Perfil

Rio 2016

Queda de televisão suspensa provoca pelo menos sete feridos no Parque Olímpico

A câmara gigante de televisão suspensa por cabos que ao início da tarde caiu no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, provocou ferimentos em, pelo menos, sete pessoas, confirmou esta segunda-feira um porta-voz da organização.

Atualizada às 22.02

A câmara, da empresa responsável pela transmissão dos Jogos Olímpicos do Rio2016, conhecida como spidercam e usada para a recolha de imagens aéreas do parque, caiu mesmo ao lado do estádio do basquetebol, depois de se terem partido os cabos que a suportavam.

Vídeos recolhidos no local e partilhados nas redes sociais dão conta dos momentos de pânico que se viveram após a queda da enorme câmara preta, sendo visíveis duas mulheres sentadas no chão com ferimentos ligeiros no rosto e braços.

Outro vídeo mostra ainda uma jovem a ser transportada numa maca para uma ambulância, sendo visível, mesmo ao lado, a estrutura que suportava a câmara e que caiu de uma grande altura, mais ou menos do tamanho de uma moto de pequena cilindrada.

De acordo com a organização do Rio2016, a empresa responsável pela transmissão explicou, entretanto, que o peso da câmara era superior ao que os cabos podiam suportar, pelo que, antecipando o pior cenário, o local estava já a ser evacuado antes que o equipamento pudesse cair.

"Eles julgavam que o cabo pudesse segurar o equipamento um pouco mais, mas a câmara acabou por cair e embater numa das barreiras que estava a delimitar e a isolar a área", referiu um porta-voz do Rio2016.

Segundo o mesmo porta-voz, na sequência do embate nas barreiras de proteção duas mulheres ficaram feridas. "Ainda estamos a recolher toda a informação, mas pensamos que sete pessoas ficaram feridas, mas não com gravidade".

Lusa

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida