sicnot

Perfil

Rio 2016

Usain Bolt na final dos 4x100 procura o terceiro ouro

© Lucy Nicholson / Reuters

A confirmação de Usain Bolt pela terceira vez consecutiva em Jogos Olímpicos na prova de 4x100 domina hoje o programa de finais do atletismo olímpico do Rio 2016, numa jornada em que se atribuem sete títulos, incluindo as estafetas de 4x100 metros.

Na estafeta masculina, a Jamaica, comandada por Bolt, é a grande favorita e se vencer, como tudo aponta, o lendário velocista fecha a sua carreira olímpica com nove medalhas de ouro - 100, 200 e estafeta, sucessivamente em 2008, 2012 e 2016.

Além dos 4x100, o estádio olímpico, conhecido por Engenhão, recebe ainda a corrida decisiva de 5.000 metros femininos, em que a recente recordista mundial dos 10.000, a etíope Almaz Ayana, promete a 'dobradinha'.

Em termos de concursos, disputa-se a final do salto com vara feminino, órfã da russa Elena Ysinbayeva, impedida de defender o título, e o do lançamento do martelo, masculinos. Fora do estádio, há as provas de 20 km marcha, femininos, e 50 km marcha.

No futebol, haverá inédita campeã olímpica feminina no Suécia-Alemanha, já que, até hoje, houve quatro títulos para os Estados Unidos e um para a Noruega.

As suecas, que foram quartas em Atenas2014, foram mesmo a grande surpresa da competição, ao afastar as favoritas seleções dos Estados Unidos e do Brasil, ambas já no desempate por grandes penalidades.

A Alemanha, que conquistou o bronze em Sydney200, Atenas2004 e Pequim2008, lutando pelo seu primeiro título.

No polo aquático feminino, os Estados Unidos defendem o título frente à campeã olímpica em Atenas2004, a Itália, enquanto Hungria e Rússia lutam pelo bronze.

No hóquei em campo feminino, a Holanda procura o 'tri', numa final com a Grã-Bretanha, mealha de bronze em Londres2012, enquanto Nova Zelândia e Alemanha disputam o terceiro lugar.

Lusa

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    New Articles

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia decorre na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.