sicnot

Perfil

Rio 2016

K4 da canoagem é última grande oportunidade de segunda medalha lusa

© Murad Sezer / Reuters

O K4 1.000 composto pelos canoístas Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João Ribeiro e David Fernandes é a última grande oportunidade de Portugal conquistar uma segunda medalha nos Jogos Olímpicos Rio2016, depois do bronze da judoca Telma Monteiro (-57kg).


A partir das 10:12 locais (14:12 em Lisboa), Emanuel Silva e João Ribeiro, quartos em K2, Fernando Pimenta, quinto em K1, e David Fernandes disputam a terceira final A da canoagem, precisamente na prova que fecha o programa da modalidade.

Do quarteto luso, Fernando Pimenta e Emanuel Silva, medalhas de prata em K2 1.000 metros em Londres, podem fazer história, juntando-se ao quarteto de atletas lusos que já arrebataram dois 'metais' em Jogos Olímpicos.

Os dois canoístas podem juntar-se aos fundistas Carlos Lopes (ouro em 1984 e prata em 76), Rosa Mota (ouro em 1988 e bronze em 84) e Fernanda Ribeiro (ouro em 1996 e bronze 2000) e a Luis Mena e Silva, do equestre (bronzes em 1936 e 48).

Caso consigam o título olímpico, então os quatro juntam-se a um 'olimpo' onde só estão quatro atletas: Carlos Lopes, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro e Nelson Évora, que logrou o ouro em Pequim2008, no triplo salto.

O ouro também selaria a melhor participação coletiva de sempre de Portugal nuns Jogos Olímpicos, já que, a dois dias do fim, a comitiva lusa totaliza 37 pontos, contabilizando os oito primeiros lugares (de oito para o primeiro até um para o oitavo), contra os 44 de Atens2004, o recorde.

Portugal soma uma medalha, arrebatada por Telma Monteiro, na categoria de -57 kg do judo, e nove diplomas, selados por Emanuel Silva/João Ribeiro (quartos), Fernando Pimenta, João Pereira, Marcos Freitas e a seleção de futebol (quintos), Nelson Évora, Patrícia Mamona e Ana Cabecinha (sextos) e Nelson Oliveira (sétimo).

Depois do K4 1.000 metros, a única representação lusa no penúltimo dia de provas, Portugal só tem quatro atletas em ação no domingo, na derradeira jornada, Ricardo Ribas e Rui Pedro Silva, na maratona, e Tiago Ferreira e David Rosa, no BTT.

Lusa