sicnot

Perfil

Rio 2016

Marcelo elogia "esforço coletivo" de atletas que conquistaram o bronze no boccia

© Ueslei Marcelino / Reuters

O Presidente da República felicitou esta terça-feira os quatro atletas portugueses que conquistaram a medalha de bronze na prova de equipas BC1/BC2 de boccia nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro e elogiou o seu "esforço coletivo".

"Parabéns aos nossos atletas que conquistaram mais uma medalha de bronze. O empenho individual transformou-se em esforço coletivo que se traduz em mais uma conquista que enche de alegria o Presidente da República e todos os portugueses!", lê-se numa mensagem divulgada esta terça-feira na página da Presidência da República na Internet.

Na segunda-feira, a equipa portuguesa composta por Abílio Valente, António Marques, Cristina Gonçalves e Fernando Ferreira conquistou a medalha de bronze na prova de equipas BC1/BC2 de boccia, ao derrotar a Argentina por 6-2, no jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares.

Esta foi a segunda medalha conquistada por Portugal nos Jogos Paralímpicos que decorrem no Rio de Janeiro, Brasil, depois de Luís Gonçalves ter conseguido o bronze no atletismo, na prova dos 400 metros T12 (deficiência visual).

O boccia é uma modalidade exclusiva dos Jogos Paralímpicos, que consiste em lançar bolas tentando deixá-las o mais perto possível de uma bola alvo, e é destinada a atletas com deficiência motora - paralisia cerebral em cadeira de rodas ou doenças neuromusculares. Pode ser disputada individualmente, em pares ou por equipas, sem divisão por género.

Na modalidade, designada pelas iniciais BC, os atletas são divididos em quatro classes, numeradas de 1 a 4. As classes 1 e 2 são destinadas a atletas que jogam com a mão ou com o pé, a 3 a atletas que jogam com calhas, e a 4 a praticantes que sofrem de doenças neuromusculares.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28