sicnot

Perfil

Rio 2016

Ciclista Luís Costa em oitavo no contrarrelógio dos Paralímpicos 2016

O italiano Alessandro Zanardi venceu a prova com um tempo de 28.36,81

© Reuters

O ciclista português Luís Costa terminou esta quarta-feira na oitava posição o contrarrelógio da categoria H5 dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, com o tempo de 31.03,67 minutos, a 2.29 minutos do vencedor, o italiano Alessandro Zanardi (28.36,81).

Na classe H5, na qual os atletas utilizam uma handbike e pedalam com as mãos, atrás de Zannardi, o antigo piloto de formula 1 que perdeu as duas pernas num acidente e hoje se sagrou bicampeão paralímpico, terminaram o australiano Stuart Tripp (28.35,55), medalha de prata, e o holandês Tim de Vries (28.51,73), que conseguiu o bronze.

No final do contrarrelógio de 20 quilómetros, o ciclista português considerou que a prova "correu dentro do esperado" acrescentando: "Havia aqui oito atletas mais fortes do que eu, esperava sétimo ou oitavo, foi o que aconteceu".

Luís Costa, que perdeu a parte inferior da perna direita num acidente de viação, lamentou o facto de, "por uns segundos, não ter conseguido chegar ao sétimo lugar", conseguido pelo norte-americano Alfredo Santos (31.01,34).

O ciclista algarvio disputa na quinta-feira a prova de estrada, numa distância de 60 quilómetros, para a qual parte com aspirações "a um lugar entre os cinco primeiros".

"Espero estar ainda melhor amanhã [quinta-feira] na prova de estrada", disse, admitindo que gosta mais de provas nas quais tem os adversários próximos, porque, no contrarrelógio, o facto de os ciclistas partirem sozinhos faz com que "haja menos pontos de referência sobre a posição dos adversários".

Na prova de contrarrelógio masculino C2, para ciclistas que utilizam bicicletas normais, Telmo Pinão foi 12.º, com a marca de 30.38,04 minutos, a 2.54,88 minutos do vencedor, o canadiano Tristen Chernove (27.43,16).

A medalha de prata foi para o irlandês Colin Lynch (28.02,25) e a de bronze para o chinês Guihua Liang (28.17,77).

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.