sicnot

Perfil

Rock in Rio Lisboa

Rock in Rio Lisboa

Rock in Rio

Primeiros dois dias do Rock in Rio renderam 600 refeições para famílias carenciadas

O Rock in Rio entregou nos primeiros dois dias mais de seis centenas de refeições ao projeto Re-Food, para pessoas carenciadas, segundo dados divulgados esta sexta-feira pela organização.

O Rock in Rio, no Parque da Bela Vista, recomeçou esta sexta e dura até domingo, depois de dois dias de música na semana passada. O projeto Re-Food tem como objetivo recolher comida nomeadamente em restaurantes de depois distribui-la por famílias carenciadas de Lisboa.

Nos primeiros dois dias de festival foram recolhidas 650 refeições e ainda mais de mil copos de fruta e dois mil pastéis de nata. Da zona VIP do Rock in Rio seguiram 150 refeições para albergues noturnos.

Ao todo assistiram aos concertos dos primeiros dias 141.000 pessoas, a maior parte portugueses mas também de cerca de uma vintena de outros países.

Ainda de acordo com os números da organização foram vendidos nos primeiros dois dias de festival 50 mil litros de cerveja, 30 mil de água e 20 mil de refrigerante. Foram consumidas 4.000 bifanas e 5.000 pacotes de batatas fritas.

Hoje no palco principal do Rock in Rio atua a banda norte-americana Hollywwod Vampires.

As portas abriram cerca das 16:00 mas a afluência ainda não era muita cerca de uma hora depois.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.