sicnot

Perfil

Rock in Rio Lisboa

Rock in Rio Lisboa

Rock in Rio

Ivete Sangalo sobe ao palco no lugar de Ariana Grande

A norte-americana Ariana Grande cancelou o espetáculo marcado para hoje no Rock in Rio Lisboa, "por motivos de doença", anunciou a organização do festival. Num comunicado hoje divulgado, a organização refere que, "para garantir a festa na 'cidade do rock', e depois do sucesso da atuação de sábado, a organização do evento confirma um segundo espetáculo de Ivete Sangalo no 'line-up'".

Ivete Sangalo no Rock in Rio

Ivete Sangalo no Rock in Rio

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

Para quem comprou bilhete para hoje, e quiser ser reembolsado, a organização "irá disponibilizar, na sua página oficial, na próxima terça-feira, toda a informação sobre o procedimento a adotar, sendo imprescindível, para reaver o valor, a apresentação do bilhete e do comprovativo de pagamento".

"Não serão reembolsados os fãs que derem entrada no recinto durante o dia de hoje", acrescenta.

Assim, hoje o alinhamento no Palco Mundo é composto por Rock in Rio -- O Musical (18:00), Charlie Puth (19:30), Ivete Sangalo (21:00) e Avicii (22:45).

As portas da 'cidade do rock', no Parque da Bela Vista, abrem às 15:00 e encerram às 03:00.

  • Eliseu está com gripe e não treinou

    Taça das Confederações

    Eliseu não deverá ser opção para jogo de sábado da seleção nacional, na Taça das Confederações. O jogador está com gripe e não treinou esta manhã em S. Petersburgo. Sem Raphaël Guerreiro, lesionado, Portugal fica sem defesas esquerdos disponíveis.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31