sicnot

Perfil

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

Shimon Peres 1923-2016

"Compromisso diário com reconciliação é honrar a sua memória"

© Ronen Zvulun / Reuters

A chefe da diplomacia da União Europeia, Federica Mogherini, disse hoje que a memória do ex-Presidente de Israel Shimon Peres pode ser honrada com um "compromisso diário com a reconciliação" e trabalhando na sua "solução de dois Estados".

"Só podemos honrar a sua memória através de compromisso diário com a reconciliação, preservando e continuando a sua visão de uma solução de dois Estados" para o conflito israelo-palestiniano, disse Mogherini, em comunicado.

A alta representante para a Política Externa da UE salientou ainda que Peres, que morreu hoje, aos 93 anos, "nunca perdeu a esperança na paz e nunca deixou de trabalhar para que esta esperança se tornasse realidade".

"Mesmo nos piores momentos, a sua sagacidade, a sua ironia, a sua procura obstinada do diálogo foram uma fonte de inspiração para muitos em todo o mundo, incluindo eu mesma", salientou ainda Mogherini.

Shimon Peres, lembrou também, sempre defendeu que a única via para a segurança do povo israelita é a paz com os palestinianos.

Shimon Peres sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) a 13 de setembro e encontrava-se hospitalizado desde então.

Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel e foi um dos principais artesãos dos acordos de Oslo, assinados com os palestinianos em 1993, o que lhe valeu a atribuição do Nobel da Paz em 1994.

Shimon Peres ocupou quase todos os mais importantes cargos políticos em Israel - ministro de várias pastas em vários governos, primeiro-ministro interino, primeiro-ministro e presidente (2007-2014).

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".