sicnot

Perfil

Shimon Peres 1923-2016

Perfil do último dos "arquitetos" de uma paz que não prosperou

Perfil do último dos "arquitetos" de uma paz que não prosperou

Shimon Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel, e um dos responsáveis pelos acordos de Oslo, com a Palestina, que lhe valeram a distinção com o Prémio Nobel da Paz. O ex-Presidente israelita morreu hoje, aos 93 anos. O estadista sofreu um acidente vascular cerebral a 13 de setembro e encontrava-se hospitalizado desde então. A reportagem sobre o perfil de Shimon Peres é do correspondente da SIC em Israel, Henrique Cymerman.

O seu contributo mais reconhecido internacionalmente foi o de impulsionar da aproximação entre palestinianos e israelitas que culminou, em 1993, com o reconhecimento israelita da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) e o início de um processo de negociações que aproximou como nunca ambas as partes no sonho da paz e que deveria ter conduzido à criação de um Estado palestiniano.

Apesar de a paz ter sido "truncada" em 2000 pela Segunda Intifada e de as partes não terem conseguido voltar a encarrilar um diálogo frutífero, Shimon Peres continuou a erguer a bandeira da solução de dois estados e tornou-se numa voz conciliadora em prol da paz numa região submersa num conflito que dura há mais de um século.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.