sicnot

Perfil

Sismo em Itália

Costa expressa disponibilidade para ajudar após sismo em Itália

ETIENNE LAURENT/POOL

O primeiro-ministro português, António Costa, expressou esta quarta-feira solidariedade e disponibilidade para ajudar Itália em virtude do terramoto de 6,2 na escala de Richter registado no centro do território transalpino e que provocou pelo menos 37 mortos.

Através da sua página oficial na rede social Twitter, o chefe do Governo, "perante esta catástrofe", deixou "uma mensagem de alento e solidariedade para o povo de Itália, que pode contar com o apoio de Portugal".

Segundo fonte do gabinete do primeiro-ministro, Costa também enviou hoje um telegrama ao seu homólogo italiano, Matteo Renzi, a transmitir solidariedade e pesar por parte do Governo e do povo português e disponibilidade para ajudar no que for necessário.

O terramoto, ocorrido às 03:36 (02:36 em Lisboa), teve uma magnitude de 6,2, segundo o centro norte-americano de monitorização da atividade sísmica mundial USGS, e de 6,0, segundo o Instituto de Geofísica italiano.

O epicentro do tremor de terra foi na província de Rieti e o sismo afetou também as de Perugia, Ascoli, Piceno, L'Aquila e Teramo, a cerca de 130 quilómetros a nordeste de Roma.

Segundo um primeiro balanço da Proteção Civil italiana pelo menos 37 pessoas morreram.

Nas localidades Accumoli, Amatrice e Arquata del Tronto, próximas do epicentro, dezenas de edifícios ruíram e numerosas pessoas estão presas nos escombros.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41