sicnot

Perfil

Sismo em Itália

Pelo menos 39 sismos de mais de três graus após o de 6,2 no centro de Itália

Alessandra Tarantino

Pelo menos 39 sismos de mais de três graus na escala de Richter e numerosas réplicas registaram-se no centro de Itália desde o terramoto de 6,2 ocorrido hoje de madrugada e que causou pelo menos 37 mortos.

Num comunicado, o Instituto de Geofísica italiano informou que até às 07:00 locais (06:00 em Lisboa) tinham sido sentidos 39 movimentos sísmicos de magnitude igual ou maior que três graus na parte central dos montes Apeninos.

O terramoto de 6,2 ocorreu às 03:36 (02:36 em Lisboa), com epicentro na província de Rieti e afetou também as de Perugia, Ascoli, Piceno, L'Aquila e Teramo, a cerca de 130 quilómetros a nordeste de Roma.

As localidades mais próximas do epicentro foram Accumoli, Amatrice e Arquata del Tronto, segundo o instituto, adiantando que o sismo mais forte após o de 6,2 ocorreu às 04:33 locais na zona de Norcia, em Perugia, e teve uma magnitude de 5,4 graus.

A área, que sofreu no passado outros terramotos de forte intensidade, localiza-se num ponto de alta perigosidade sísmica que corre ao longo do eixo da cordilheira.

Além dos quase 40 mortos, segundo a proteção civil italiana, ficaram destruídos dezenas de edifícios e numerosas pessoas estarão ainda presas nos escombros.

A agência italiana Agi falou de uma centena de desaparecidos.

Lusa

  • SIsmo de 6,2 na escala de Richter foi seguido de várias réplicas
    1:39

    New Articles

    O abalo registou-se a sudeste de Norcia, cidade da província de Perugia, teve o epicentro a dez quilómetros de profundidade, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica mundial. Foi também sentido em Roma, a aproximadamente 150 quilómetros de distância, e seguido de diversas réplicas.

  • Proteção Civil italiana não avança com número de vítimas
    0:37

    New Articles

    O chefe da Proteção Civil italiana, Fabrizio Curcio, não quer avançar para já com um balanço oficial, considerando precoce, dado que estão em curso as operações de salvamento. O chefe da Proteção Civil compara este terramoto, que foi registado à superfície com o sismo de magnitude 6,3 que causou, em 2009, mais de 300 mortos e devastou a região de Abruzos, perto de Aquila. Segundo o autarca de Amarice, uma das localidades mais afetada pelo tremor de terra, Sergio Pirozzi, "metade da cidade desapareceu". Accumoli, outra localidade afetada pelo sismo tem aproximadamente 700 habitantes, enquanto Amatrice cerca de 2.000.

  • Posto de escuta com Teresa Canto Noronha
    5:57

    Sismo em Itália

    A jornalista da SIC Teresa Canto Noronha fez, há momentos, um balanço das últimas horas sobre situação vivida em Itália após o sismo de 6,2 que se fez sentir esta madrugada. De acordo com os vários sites analisados pela jornalista, a Proteção Civil italiana alerta, agora, para a instabilidade dos edifícios e as autoridades continuam os trabalhos de remoção dos escombros.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.