sicnot

Perfil

Sismo em Itália

Sobe para 291 o número de mortos no sismo em Itália

O último balanço provisório da Proteção Civil italiana dá conta de 291 mortos na sequência do terramoto de 6,2 graus na escala de Richter que atingiu na madrugada de quarta-feira o centro de Itália.

O anterior balanço provisório oficial dava conta de 281 vítimas mortais.

De acordo com os dados atualizados este sábado, Amatrice foi a localidade que registou o maior número de vítimas mortais, 230.

Em Arquata foram contabilizados 50 mortos, enquanto na zona de Accumoli morreram 11 pessoas, confirmou também a Proteção Civil italiana.

Esta atualização é conhecida poucas horas depois da realização em Ascoli Piceno dos primeiros funerais de Estado de vítimas do sismo, cerimónias que contaram com a presença do Presidente de Itália, Sergio Mattarella, e do primeiro-ministro Matteo Renzi.

O terramoto, ocorrido às 03:36 (02:36 em Lisboa) de quarta-feira, teve uma magnitude de 6,2, segundo o centro norte-americano de monitorização da atividade sísmica mundial USGS.

O epicentro do tremor de terra foi na província de Rieti e o sismo afetou também as de Perugia, Ascoli, Piceno, L'Aquila e Teramo, a cerca de 130 quilómetros a nordeste de Roma.

Nas localidades Accumoli, Amatrice e Arquata del Tronto, próximas do epicentro, dezenas de edifícios ruíram e numerosas pessoas ficaram presas nos escombros.

Este sismo, que figura como um dos mais mortíferos dos últimos anos em Itália, já foi seguido por centenas de réplicas.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.