sicnot

Perfil

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sismo no Nepal

Sobe para 7.557 número de mortos no sismo no Nepal

As autoridades nepalesas informaram hoje que "um exército" de trabalhadores está finalmente a conseguir fazer chegar a ajuda aos sobreviventes do sismo no Nepal, numa altura em que o número de vítimas mortais subiu para 7.557.

© Adnan Abidi / Reuters

Mais de 131.500 militares e polícias nepaleses participam atualmente na massiva operação, apoiados por mais de uma centena de equipas de trabalhadores humanitários estrangeiros.


O Centro de Operações de Emergência Nacional do Nepal elevou hoje para 7.557 o número de mortes causadas pelo forte sismo, o mais mortífero do país em mais de 80 anos, o qual provocou também 14.536 feridos.


O terramoto, registado no passado dia 25 de abril, também fez mais de uma centena de mortos nas vizinhas Índia e China.


As autoridades nepalesas advertiram, porém, que o balanço final deverá aumentar, atendendo a que as equipas de resgate começam apenas agora a ter acesso a zonas remotas da nação.


O Governo do Nepal tem sido alvo de críticas pelos atrasos na entrega de ajuda, uma situação que o Ministério do Interior afirmou estar atualmente sob controlo.


Lusa
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41