sicnot

Perfil

Operação Marquês

Presidente do Grupo Lena nega favorecimento e corrupção durante governação de Sócrates

Presidente do Grupo Lena nega favorecimento e corrupção durante governação de Sócrates

O presidente do Grupo Lena nega que a empresa tenha participado em processos de corrupção. Desmente ainda que tenha sido favorecida por José Sócrates na atribuição de obras investigadas na Operação Marquês. Quanto aos milhões que terão passado do administrador Joaquim Barroca para Carlos Santos Silva, ambos arguidos no processo, o presidente do Grupo Lena sublinha que é uma questão que Barroca terá de resolver fora da empresa.

  • Os fotogramas que identificaram os autores do ataque em Alcochete 
    2:30

    Crise no Sporting

    A SIC teve acesso às imagens do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, no dia 15 de maio. Os fotogramas registados pelas câmaras de vigilância do centro de treinos fazem parte do processo e foram decisivos para a aplicação da prisão preventiva aos 23 arguidos. No total são 23 minutos de imagens que permitiram identificar os autores dos crimes. 

    Exclusivo SIC

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • Ministro volta a não se comprometer com aumento dos salários
    2:51

    Economia

    O ministro das Finanças diz que a falta de enfermeiros no Hospital de Santa Maria é meramente transitória. Durante a audição no parlamento, o ministro também foi pressionado, à esquerda e à direita, para aumentar os salários na Função Pública, mas voltou a não se comprometer.