sicnot

Perfil

Operação Marquês

Cavaco acha "absurdo" pensar-se que Ministério Público o poderá chamar a testemunhar

Cavaco acha "absurdo" pensar-se que Ministério Público o poderá chamar a testemunhar

Cavaco Silva garante que nunca detetou qualquer comportamento de José Sócrates que violasse as normas no processo de compra da Oi pela PT. Numa entrevista ao jornal Público, o ex-Presidente da República considera absurdo ser chamado a testemunhar pelo Ministério Público no âmbito da Operação Marquês.

  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates acusa Cavaco Silva de ter conspirado contra o PS nas eleições de 2009, altura em que era Presidente da República. Numa entrevista À TVI, ontem à noite, respondeu às críticas de Cavaco Silva no livro lançado na semana passada, em que dá conta das reuniões semanais que tinha com Sócrates.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • Cavaco sobre Sócrates: muitas críticas e um elogio
    2:43

    País

    Cavaco Silva passa em revista os 10 anos de mandato em Belém e relata com detalhe as conversas à quinta-feira. O grande protagonista deste primeiro volume é Jose Sócratres. Cavaco deixa-lhe muitas críticas, mas faz um elogio: "nada do que se passava entre os dois foi tornado público". Até agora.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.