sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Rui Moreira disponibiliza Batalhão de Sapadores do Porto para Pedrógão Grande

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, manifestou-se este domingo consternado pelas vítimas do incêndio de Pedrógão Grande e disponibilizou os Sapadores do Porto para colaborar "no que for necessário e onde for necessário".

"Tal como já aconteceu noutras ocasiões, o dispositivo municipal do Batalhão de Sapadores do Porto encontra-se ao dispor das autoridades nacionais de Proteção Civil para colaborar no que for necessário e onde for necessário", referiu Rui Moreira num comunicado.

O incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande e alastrou aos concelhos vizinhos de Figueiró do Vinhos e Castanheira de Pêra, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 58 mortos e 54 feridos, de acordo com o mais recente balanço feito pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

No comunicado, Rui Moreira apresenta aos familiares das vítimas as "mais sentidas condolências".

"As perdas que esta noite ocorreram deixam-nos todos, não apenas consternados e profundamente solidários com as famílias das vítimas, mas também ao lado de todos os que, não se cansando de cumprir o corajoso e difícil dever cívico de combater o flagelo dos incêndios, se confrontam com esta insuportável tragédia humana", lê-se no comunicado do autarca portuense.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".