sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Sete estradas cortadas nos distritos de Leiria, Coimbra, Bragança e Castelo Branco

Miguel A. Lopes

Sete estradas nos distritos de Leiria, Coimbra, Bragança e Castelo Branco estavam, cerca das 19h15, interditas ao trânsito, devido à ocorrência de incêndios, disse fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR), indicando que há vias com cortes em diferentes troços.

O incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, está a provocar o corte do trânsito na Estrada Nacional 2 e na A13 - Autoestrada do Pinhal Interior, entre o nó do IC8 - Itinerário Complementar 8 e o nó de Penela (Coimbra), informou à agência Lusa fonte da GNR, indicando que existem condicionamentos nas estradas nacionais e municipais dos concelhos afetados pelo lavrar das chamas.

De acordo com a GNR, o IC8 - Itinerário Complementar 8, no nó da zona industrial de Pedrógão Grande, foi reaberto ao trânsito cerca das 16h00.

Já o fogo que lavra em Penela, no distrito de Coimbra, além de provocar o corte da A13, está a interditar o trânsito na Estrada Municipal 1202 e na Estrada Nacional 347.

Ainda em Coimbra, o incêndio em Góis está a cortar o trânsito na Estrada Nacional 2, na localidade de Chã de Alvares, e na Estrada Nacional 112, na localidade de Cabeçadas.

No concelho da Lousã, no distrito de Coimbra, o trânsito está interdito na Estrada Nacional 236, devido à ocorrência de incêndios.

No distrito de Bragança, na localidade de Vinhais está cortado o trânsito na Estrada Nacional 103.

Em Castelo Branco, no concelho de Oleiros, está interdita a Estrada Nacional 112, por causa da ocorrência de incêndios.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28