sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Várias estradas cortadas devido a fogos de Pedrógão Grande e Góis

Várias estradas nacionais e municipais estão cortadas em diversos pontos devido aos fortes incêndios em curso na zona de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, e no concelho de Góis, distrito de Coimbra, disse à Lusa a GNR.

O IC8, cortado desde as 19:00 de sábado, por causa do violento incêndio com quatro frentes que já fez 24 mortos no concelho de Pedrógão Grande, continua interditado entre os quilómetros 90 e 84.


A Estrada Nacional 2 está cortada em dois pontos: junto ao cruzamento das Fontainhas e entre os quilómetros 290 e 298, na zona de Chã de Alvares, em consequência do incêndio de Góis, que também levou ao corte da estrada municipal 1202 junto à localidade de São João do Deserto, que pertence a Penela, e da Estrada Nacional 337 na mesma zona.


Segundo o comando-geral da GNR, igualmente fechada à circulação em dois troços está a Estrada Nacional 112, entre os quilómetros zero e três, ou seja, do início até à zona de Cabeçadas, no concelho de Góis, e entre os quilómetros 51 e 55, junto a Foz do Giraldo, Oleiros e Castelo Branco.


Todas estas estradas estão interditadas e não têm alternativa, exceto a 1202, que é uma estrada municipal, referiu a mesma fonte.

Lusa

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.