sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Fogo idêntico ao de Pedrógão Grande pode ocorrer em três quartos do país 

O presidente do Fórum Florestal, António Louro, alertou que um incêndio como o que deflagrou em Pedrógão Grande pode acontecer em três quartos do território português, que tem uma paisagem e condições semelhantes. "Infelizmente o potencial para acontecerem novas tragédias é extremamente elevado", disse à agência Lusa António Louro, rematando: "o mais preocupante é que aquilo que aconteceu em Pedrógão podia ter acontecido em três quartos do nosso território".

Há dez anos a alertar para este perigo, António Louro confessou que o seu espanto é ter "demorado tanto tempo a acontecer uma tragédia desta dimensão". "Tivemos muita sorte de ter demorado tanto tempo a acontecer", porque "as situações de perigo no combate aos incêndios florestais são extremamente recorrentes", assim como as condições climatéricas adversas, adiantou.Sobre o que tem falhado, António Louro disse que têm "faltado estadistas e capacidade enquanto país de perceber o que é que está a acontecer" às populações rurais e "tomar medidas adequadas para corrigir a situação".

Durante séculos a ferramenta para gerir estes territórios foi a aldeia e o agricultor, mas com "as grandes mudanças socioeconómicas que aconteceram, a agricultura deixou de ser minimamente aliciante para que as pessoas continuassem com esse modo de vida e foi naturalmente abandonada".Aquilo que hoje existe são "enormes extensões de território que têm proprietários legítimos, mas que já não têm um modo de vida compatível" com a gestão destes espaços.

"Infelizmente o país não foi capaz de reagir às profundas mudanças que aconteceram no território rural, à saída das pessoas, há mudança do tipo de proprietários, e as consequências estão à vista: uma paisagem completamente insustentável com um clima como o nosso", sublinhou.Para evitar novos incêndios destas dimensões, o presidente do Fórum Florestal defendeu que é preciso procurar "novas soluções de gestão para os territórios rurais", que permitam implementar o ordenamento, e sistemas de gestão.Defendeu ainda que as autoridades deviam pensar com urgência como é que as verbas do plano Junker podem ser alocadas "a um verdadeiro plano de desenvolvimento da floresta em Portugal".


  • Penélope Cruz diz que contos de fadas são muito machistas

    Cultura

    Penélope Cruz revelou recentemente o sentimento de descontentamento com os contos de fadas que, a seu ver, são muito machistas. A atriz de 43 anos confessou que lê as histórias aos filhos, Leonardo de sete anos e Luna de quatro, mas que opta por alterar sempre o final.

    SIC

  • Kurt Cobain homenageado no dia em que faria 51 anos

    Cultura

    No dia em que faria 51 anos, se estivesse vivo, Kurt Cobain foi homenageado pela viúva, Courtney Love, e a filha do casal, Frances Bean. Através de publicações no Instagram, mãe e filha lembraram o fundador, vocalista e guitarrista dos Nirvana, que vai ficar para sempre na história da música.

    SIC

  • Google Maps esconde mansão de Puigdemont na Bélgica

    Mundo

    Depois de fugir de Espanha, Carles Puigdemont refugiou-se na Bélgica para evitar uma possível extradição. O refúgio que encontrou foi uma mansão no município de Waterloo, por 4.400 euros ao mês. Agora, a pedido do ex-presidente do Governo da Catalunha, essa mesma mansão foi "apagada" do Google Maps.

    SIC

  • 50 empresas estão a recrutar na Universidade Católica
    1:46

    Economia

    A Universidade Católica de Lisboa reuniu 50 empresas nacionais e internacionais numa feira de emprego esta terça-feira e amanhã. As empresas procuram novos candidatos para os lugares que têm disponíveis nos departamentos de Economia, Finanças e Gestão.