sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Bombeiro ferido esperou 10 horas para ser internado

O PSD perguntou esta quinta-feira ao Governo por que motivo demorou dez horas o internamento de um bombeiro ferido no combate aos incêndios em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, no sábado.

A pergunta, a que a Lusa teve acesso, é dirigida aos Ministérios da Saúde e da Administração Interna e os três deputados do PSD eleitos por Leiria (Teresa Morais, Pedro Pimpão e Margarida Balseiro Lopes) consideram que, "a confirmar-se", esta é uma situação de "extrema gravidade".

"O que justificou que um bombeiro ferido desde cerca das 20:00 tenha sido sujeito a uma espera de dez horas até chegar a um hospital?" é a pergunta que o PSD dirige ao Governo.

No texto, os deputados, que estiveram nos últimos dias na região, recordam que o bombeiro de Castanheira de Pera Rui Rosinha esteve envolvido no acidente em que morreu outro bombeiro, Gonçalo Conceição.

O acidente, na Estrada Nacional 236, a chamada "estrada da morte", onde morreram mais de 40 pessoas, aconteceu, segundo os deputados, cerca das 20:00 de sábado e o bombeiro só chegou ao hospital da Prelada, no Porto, dez horas depois, às 06:00 de domingo.

Questionam ainda por que motivo o bombeiro, com queimaduras, foi levado por duas vezes ao Centro de Saúde de Castanheira de Pera, uma "perda de tempo" se "já se tinha percebido que o paciente carecia de internamento urgente".

O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, e que foi dado como dominado na tarde de quarta-feira, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 250 feridos.

O fogo começou em Escalos Fundeiros, e alastrou depois a Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

Desde então, as chamas chegaram aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra.

Este incêndio já consumiu cerca de 30 mil hectares de floresta, de acordo com dados do Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17