sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Mais 220 M€ de prejuízos na região Centro contabilizados, total ultrapassa 700 M€

Armando Franca

O Governo contabilizou mais 220 milhões de euros de prejuízos provocados pelos incêndios na região Centro, tendo em conta os fogos que deflagraram nos últimos meses, pelo que pediu a Bruxelas uma atualização do acionamento do Fundo Europeu de Solidariedade.

Em resposta a questões colocadas pela Lusa, fonte do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas (MPI) explicou que o pedido de atualização se baseia no facto de "os incêndios florestais terem continuado a devastar o território nacional, em especial a região Centro, nos meses que se seguiram" aos incêndios de Pedrógão Grande e Góis, ocorridos em junho, estimando o Governo que a área ardida "tenha triplicado".

O ministro Pedro Marques, acrescentou a mesma fonte, enviou esta semana uma carta à Comissão Europeia a solicitar uma atualização do pedido enviado a 17 de julho, relativo aos sete municípios afetados por grandes fogos no mês anterior: Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera, Penela, Pampilhosa, Góis e Sertã.

Com esta atualização, outros municípios, ainda não divulgados, vão poder dispor deste apoio.

"Na carta, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas estima que aos prejuízos inicialmente reportados [496 milhões de euros, sendo 193 de prejuízos diretos e 303 para medidas de prevenção e relançamento da economia] haja agora a acrescentar cerca de 220 milhões de euros, estimativa provisória", lê-se na resposta.

O total de prejuízos ascende, assim, a pelo menos 716 milhões de euros.
A lista final de municípios a incluir na candidatura, "assim como o detalhe dos prejuízos", dependem da avaliação que "ainda decorre no terreno e que está a ser realizada por vários departamentos governamentais", explicou a fonte.
"Mal esse levantamento esteja concluído, será remetido pelo Governo à Comissão Europeia", acrescentou.

No final da reunião de hoje do Conselho de Ministros, na qual foi aprovada uma resolução a alargar a mais 20 concelhos o recurso a outro fundo -- o Fundo de Emergência Nacional -, o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, revelou que Portugal apresentou uma alteração na sua candidatura em Bruxelas ao Fundo Europeu de Solidariedade, "alargando toda a região Centro à candidatura".

Eduardo Cabrita remeteu mais explicações para o Ministério do Planeamento e Infraestruturas, tutelado por Pedro Marques.

Os fogos de junho na região Centro fizeram 64 mortos e mais de 200 feridos.

Lusa

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • O vestido de Jennifer Lawrence que está a dar que falar

    Cultura

    Jennifer Lawrence escolheu um vestido arrojado para usar na sessão fotografia do próximo filme e a internet reagiu. Muitas foram as críticas feitas, que davam conta de uma roupa "demasiado reveladora" para o frio que se fazia sentir em Londres. Mas Jennifer Lawrence não deixou passar, criticando os comentários "sexistas" e "nada feministas".

    SIC

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25