sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Mais 220 M€ de prejuízos na região Centro contabilizados, total ultrapassa 700 M€

Armando Franca

O Governo contabilizou mais 220 milhões de euros de prejuízos provocados pelos incêndios na região Centro, tendo em conta os fogos que deflagraram nos últimos meses, pelo que pediu a Bruxelas uma atualização do acionamento do Fundo Europeu de Solidariedade.

Em resposta a questões colocadas pela Lusa, fonte do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas (MPI) explicou que o pedido de atualização se baseia no facto de "os incêndios florestais terem continuado a devastar o território nacional, em especial a região Centro, nos meses que se seguiram" aos incêndios de Pedrógão Grande e Góis, ocorridos em junho, estimando o Governo que a área ardida "tenha triplicado".

O ministro Pedro Marques, acrescentou a mesma fonte, enviou esta semana uma carta à Comissão Europeia a solicitar uma atualização do pedido enviado a 17 de julho, relativo aos sete municípios afetados por grandes fogos no mês anterior: Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera, Penela, Pampilhosa, Góis e Sertã.

Com esta atualização, outros municípios, ainda não divulgados, vão poder dispor deste apoio.

"Na carta, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas estima que aos prejuízos inicialmente reportados [496 milhões de euros, sendo 193 de prejuízos diretos e 303 para medidas de prevenção e relançamento da economia] haja agora a acrescentar cerca de 220 milhões de euros, estimativa provisória", lê-se na resposta.

O total de prejuízos ascende, assim, a pelo menos 716 milhões de euros.
A lista final de municípios a incluir na candidatura, "assim como o detalhe dos prejuízos", dependem da avaliação que "ainda decorre no terreno e que está a ser realizada por vários departamentos governamentais", explicou a fonte.
"Mal esse levantamento esteja concluído, será remetido pelo Governo à Comissão Europeia", acrescentou.

No final da reunião de hoje do Conselho de Ministros, na qual foi aprovada uma resolução a alargar a mais 20 concelhos o recurso a outro fundo -- o Fundo de Emergência Nacional -, o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, revelou que Portugal apresentou uma alteração na sua candidatura em Bruxelas ao Fundo Europeu de Solidariedade, "alargando toda a região Centro à candidatura".

Eduardo Cabrita remeteu mais explicações para o Ministério do Planeamento e Infraestruturas, tutelado por Pedro Marques.

Os fogos de junho na região Centro fizeram 64 mortos e mais de 200 feridos.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50

    País

    A água é um recurso essencial para todos os organismos vivos, comunidades e atividades económicas. Num país com situações de secas recorrentes, que tendem a ser agravadas pelas alterações climáticas, o que aprendemos com anteriores episódios de escassez de água? Como usar a água para que não falte no futuro? "Água Sob Pressão" foi o tema desta Grande Reportagem, de Carla Castelo (jornalista), Manuel Ferreira (Imagem), Gonçalo Freitas (Edição de imagem), Paulo Alves (Grafismo) e Isabel Mendonça (Produção), exibida na SIC em julho de 2012 (que também foi um ano de seca, ainda que menos grave do que a atual).

  • Jorge Jesus e Ana Malhoa contra o consumo de sal
    1:21
  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15