sicnot

Perfil

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Tragédia em Pedrógão Grande

Marcelo remete declarações sobre relatório de Pedrógão para sábado

ANT\303\223NIO PEDRO SANTOS

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que pretende ler o relatório sobre os incêndios na região centro até sexta-feira e remeteu declarações sobre o documento para sábado. O chefe de Estado foi questionado sobre o relatório entregue na Assembleia da República por uma comissão técnica independente à saída de uma cerimónia de entrega de prémios literários, no Casino Estoril.

"O Presidente da República não fala por ter ouvido, tem de ler, e eu não tive tempo para ler", respondeu, referindo que teve "um dia muito cheio", mas já tem o relatório, "devidamente impresso", com "mais de 150 páginas, fora os anexos".

Marcelo Rebelo de Sousa disse que tenciona começar a ler o documento ainda hoje e terminar na sexta-feira, porque tem nesse dia, à noite, "um encontro com a associação dos familiares das vítimas" do incêndio de Pedrógão Grande.

"E no dia seguinte estarei a abrir um colóquio que elas organizam", adiantou, concluindo que espera, no sábado, "estar em condições" de falar sobre o relatório.

A comissão técnica independente criada pelo parlamento - por proposta do PSD - para analisar os incêndios rurais de junho na região Centro, em particular o fogo que deflagrou em Pedrógão Grande no dia 17, entregou hoje o seu relatório final.

O documento, que analisa incêndios em 11 concelhos dos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco ocorridos entre 17 e 24 de junho, refere que, apesar de o fogo de Pedrógão ter tido origem em descargas elétricas na rede de distribuição, um alerta precoce poderia ter evitado a maioria das 64 mortes registadas.

Além disso, acrescenta, "não foram mobilizados totalmente os meios disponíveis" no combate inicial e houve falhas no comando dos bombeiros. A GNR fica, por outro lado, ilibada de direcionar carros para a Estrada Nacional 236, onde morreram cerca de metade das vítimas.

O documento aponta falta de conhecimento técnico no sistema de defesa florestal e falta de preparação dos atuais sistemas de combate às chamas para as alterações climáticas, confirmando, por outro lado, falhas de comunicação do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP).

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou, na sequência da divulgação do relatório, que o Governo assumirá todas as responsabilidades políticas, se for caso disso.

Lusa

  • Maria Cavaco Silva "muito espantada" com caso Raríssimas
    0:56

    País

    Maria Cavaco Silva disse hoje que ficou surpreendida e preocupada com as suspeitas de irregularidades na associação Raríssimas. A ex-primeira dama garante que desconhecia a situação e afirma que Portugal não é "abonado" ao ponto de poder desperdiçar o trabalho feito, lembrando que os utentes não podem sofrer com a polémica.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • "O futuro da Autoeuropa não está em causa"
    0:43

    Economia

    O secretário de Estado do Trabalho apelou a que os partidos não se intrometam nas negociações entre os trabalhadores e a administração da Autoeuropa. Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, Miguel Cabrita afastou a hipótese de estar em causa o encerramento da fábrica de Palmela. 

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28