sicnot

Perfil

Tragédia no Tejo

Tragédia no Tejo

Tragédia no Tejo

Funeral de bebé que morreu em Caxias realiza-se domingo em Rio de Mouro

O funeral da bebé de 19 meses que morreu junto à praia de Caxias, em Oeiras, realiza-se no domingo na freguesia de Rio de Mouro, concelho de Sintra, indicou esta sexta-feira o advogado do pai da criança, em comunicado.

MANUEL DE ALMEIDA / Lusa

"Informamos que o corpo (...) estará em câmara ardente no domingo, dia 21, a partir das 10:00 na igreja de Rio de Mouro. O funeral será realizado no mesmo dia às 15:00 para sepultura no cemitério de Rio de Mouro, antecedido de cerimónia religiosa pelas 14:30 horas", refere a nota enviada por Rui Maurício.

A bebé morreu e a irmã de 4 anos continua desaparecida desde a noite de segunda-feira. O alerta foi dado por uma testemunha que viu a mãe das crianças sair da água, em pânico e em hipotermia, a afirmar que as duas filhas estavam dentro de água.

A menina de 20 meses foi resgatada e alvo de tentativa de reanimação, mas sem sucesso.

A mãe foi internada no Hospital de Santa Maria e detida pela Polícia Judiciária após ter alta hospitalar.

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial, na quarta-feira, no Tribunal de Cascais, o juiz de instrução criminal aplicou à arguida a medida de coação de prisão preventiva, indiciada por duplo homicídio qualificado.

A investigação está a cargo do Ministério Público de Oeiras, no Departamento de Investigação e Ação Penal, e o processo encontra-se em segredo de justiça.

As buscas para encontrar a criança desaparecida foram retomadas às 07:30 de hoje, pelo quarto dia consecutivo, e entretanto suspensas, disse à agência Lusa Malaquias Domingues, comandante da Capitania do Porto de Lisboa.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.