sicnot

Perfil

TSU/PEC

Carlos Silva revelou "mau perder" ao criticar CGTP

Carlos Silva revelou "mau perder" ao criticar CGTP

Francisco Louçã considera que a UGT não cumpriu o dever sindical e Carlos Silva revela mau perder ao criticar a CGTP. A propósito da troca de argumentos entre centrais sindicais, o comentador da Edição da Noite disse que a UGT esteve mal ao assinar o acordo de concertação.

  • "Guerra" entre as centrais sindicais
    1:36

    TSU/PEC

    A guerra entre as centrais sindicais está aberta. A UGT diz que a CGTP deve ficar de fora da discussão sobre a descida do Pagamento Especial por Conta. Num tom duro, Carlos Silva deixa o aviso: se Arménio Carlos se sentar à mesa, terá de assinar a nova versão do acordo, caso contrário, a UGT também não assina.

  • CGTP diz que não entra em discussões de "baixa política"
    1:06

    País

    A CGTP diz que não entra em discussões "de baixa política" por causa das críticas de que tem sido alvo por não ter subscrito o acordo de concertação social de dezembro. Sobre a questão que se coloca agora sobre o pagamento especial por conta, Arménio Carlos sublinha que a CGTP não abdica de se pronunciar.

  • "A CGTP é dominada por um PCP extremamente ortodoxo"
    1:48

    TSU/PEC

    O secretário-geral da UGT acusa a CGTP de sectarismo e diz que está na altura de fazer frente à central sindical rival. As declarações de Carlos Silva foram feitas no final da reunião do secretariado nacional da UGT, onde foi abordada a redução progressiva do Pagamento Especial por Conta.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.