sicnot

Perfil

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Conflito na Ucrânia já matou mais de 6 mil pessoas

As Nações Unidas disseram hoje que mais de 6.000 pessoas já morreram no conflito separatista no leste da Ucrânia e que os recentes combates junto ao aeroporto de Donetsk e na cidade de Debáltsevo provocaram centenas de mortos.

© Baz Ratner / Reuters

Na última informação sobre a situação dos Direitos Humanos na Ucrânia, tornado público hoje em Genebra, o gabinete de Direitos Humanos da ONU diz que em 10 meses e meio de conflito entre as forças de Kiev e os rebeldes pró-russos foram contabilizados 5.809 mortos e 14.740 feridos.

O organismo acrescenta que o número de vítimas mortais está dependente das informações dos conflitos mais recentes, mas pode ser afirmado um número superior a 6.000 vítimas entre civis e militares.

Para a ONU "é imperativo que sejam cumpridos os acordos de Minsk" de forma a cessarem as hostilidades.

O relatório é elaborado a partir dos dados recolhidos por observadores no terreno e refere que o período entre dezembro e meados de fevereiro -- coincidente com o cessar-fogo -- foi o mais violento tendo morrido 1.012 pessoas e ficado feridas cerca de 3.800.

Lusa
  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Coreia do Norte acusa Guterres de ser subordinado dos EUA

    Mundo

    A Coreia do Norte criticou esta quinta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, por apoiar sanções para pressionar o país a entrar em negociações com os Estados Unidos sobre a desnuclearização, referindo que tem atuado como um subordinado.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC