sicnot

Perfil

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Sessenta e quatro militares ucranianos morreram desde instauração do cessar-fogo em fevereiro

Sessenta e quatro militares ucranianos morreram no leste separatista pró-russo da Ucrânia desde a instauração do mais recente cessar-fogo, a 15 de fevereiro, anunciou hoje o Presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

© Marko Djurica / Reuters

"Sessenta e quatro militares morreram desde 15 de fevereiro", data da entrada em vigor da trégua decretada nos acordos de paz de Minsk, assinados após a mediação do Presidente francês, François Hollande, e da chanceler alemã, Angela Merkel, na presença do Presidente russo, Vladimir Putin.

 À anexação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia, em março de 2014 - após três semanas de ocupação por forças russas, depois de um referendo que não foi reconhecido por Kiev e pela comunidade internacional - seguiu-se um conflito armado no leste da Ucrânia entre os separatistas pró-russos e o exército ucraniano, que já fez mais de 6.000 mortos em 11 meses.

 Os acordos de Minsk, assinados a 12 de fevereiro, previam também a retirada de armamento pesado da linha da frente, mas já hoje o comandante das tropas da NATO na Europa, general Philip Breedlove, denunciou a circulação contínua, na fronteira do sudeste da Ucrânia, que não está sob o controlo de Kiev, de "equipamentos, homens e dinheiro para apoiar as tropas russas e os combatentes separatistas pró-russos na Ucrânia".

 

Lusa

  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14