sicnot

Perfil

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Crise na Ucrânia

Fortuna do Presidente ucraniano sobe 20% apesar da crise económica

O Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, é o único dos dez ucranianos mais ricos do país a ver aumentada a sua fortuna, apesar da promessa de vender as suas empresas e da crise económica no país, divulgou esta sexta-feira a imprensa local.

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

A fortuna de Petro Poroshenko é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros).

© Gleb Garanich / Reuters

A fortuna de Petro Poroshenko, empresário que lidera o "império do chocolate" na Ucrânia e que prometeu vender durante a campanha eleitoral das eleições de maio de 2014, é estimada pela revista Novoie Vremia em 979 milhões de dólares (895 milhões de euros), mais 20% do que no ano passado.

Este aumento, segundo a publicação ucraniana, permitiu a Poroshenko subir três lugares na lista dos mais ricos do país, ascendendo ao sexto posto.

O presidente ucraniano é proprietário da fábrica de chocolates Roshen, cujas lojas não param de multiplicar-se.

Apesar da promessa, Poroshenko acaboyu por nunca deixar a empresa, argumentando que a crise económica vigente não é uma boa altura para a vender.

Segundo a Novoie Vremia, os negócios "correm sobre rodas" para Poroshenko, que está também envolvido no setor bancário.

"O banco de investimento internacional do presidente aumentou os seus ativos em 84,8%, enquanto o sistema bancário do país se afundou, o que levou ao encerramento de 60 entidades bancárias", nota a revista.

A maioria pró-europeia no poder em Kiev prometeu atacar a corrupção que afeta o país em todas as áreas de atividade e níveis hierárquicos, criticando a influência dos oligarcas locais, que lideram os gangues poderosos constantemente em confronto.

Tendo como pano de fundo a profunda crise económica, agravada pelo mortífero conflito no leste separatista russo, todos os oligarcas viram as suas fortunas baixarem.

O mais afetado foi o número um da lista, Rinat Akhmetov, antigo tesoureiro do presidente pró-russo Viktor Yanukovitch, destituído após três meses de contestação pró-europeia, reprimida com violência.

A fortuna de Akhmetov, 49 anos, empresário ligado à indústria metalúrgica, cuja maior parte das fábricas se situa na zona de conflito no leste do país, diminuiu 56%, fixando-se nos 4,5 mil milhões de dólares (4,1 mil milhões de euros).

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.