sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

República Dominicana confirma dez casos do vírus Zika

A República Dominicana informou, no sábado, que foram confirmados dez casos do vírus Zika, suspeito de causar graves deficiências congénitas em recém-nascidos.

Andre Penner

O ministro da saúde da República Dominicana, Altagracia Guzman, disse que os testes de laboratório às amostras enviadas para os Estados Unidos confirmaram 10 em 27 casos suspeitos.

"À luz desta descoberta é indispensável a adoção de medidas rigorosas em toda a nação para evitar e conter esta doença", disse Guzman.

O vírus Zika tem sido relacionado com casos de microcefalia e outras alterações congénitas em recém-nascidos e com maior incidência de abortos em mulheres grávidas.

As medidas propostas para conter a doença incluem a erradicação do mosquito, nomeadamente a eliminação de águas paradas, que podem ser terreno fértil para a proliferação dos mosquito 'Aedes aegypti', que transmite Dengue, Chikungunya e o Zika vírus.

  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.