sicnot

Perfil

Vírus Zika

Vírus Zika

Vírus Zika

OMS envia missão à Guiné-Bissau para investigar quatro casos de Zika

© Daniel Becerril / Reuters

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai enviar na próxima semana uma missão multidisciplinar à Guiné-Bissau para ajudar na investigação do surto de Zika, que já registou quatro casos positivos, informou a organização.

"Uma missão multidisciplinar de avaliação à Guiné-Bissau está planeada para a última semana de julho e irá apoiar a investigação do surto e avaliar o nível de preparação" no país, escreve a OMS no seu relatório semanal sobre a situação do Zika no mundo.

No documento, hoje divulgado, a organização recorda que a 29 de junho o Instituto Pasteur de Dacar confirmou que quatro de 12 amostras provenientes da Guiné-Bissau revelaram ter Zika e acrescenta que quatro novas amostras foram enviadas a 1 de julho, mas ainda não há resultados.

"O Governo da Guiné-Bissau, com o apoio do gabinete da OMS no país, está a demonstrar uma forte liderança na resposta a estas descobertas", escreve a OMS no relatório.

O gabinete da OMS em Bissau disponibilizou fundos para apoiar as necessidades logísticas da resposta ao vírus, informa ainda.

Já a 1 de julho, as autoridades da Guiné-Bissau informaram que a presença do vírus Zika no país foi confirmada através de testes em Portugal e no Senegal, tendo sido detetadas três pessoas infetadas na ilha de Bubaque, menos um caso do que o número avançado pela OMS.

As amostras foram enviadas para testes laboratoriais em Dacar (Instituto Pasteur) e Lisboa (Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge), os quais confirmaram a infeção.

O Instituto Nacional de Saúde português tem montado em Bissau um laboratório que serviu para despistar indícios de vírus Ébola (que não chegou à Guiné-Bissau).

No âmbito da cooperação, há ainda ações de formação dirigidas a técnicos guineenses.

O presidente do Instituto Nacional da Saúde Pública da Guiné-Bissau, Plácido Cardoso, disse então que as análises ainda prosseguiam em Dacar para se apurar o tipo de vírus e qual a sua origem, uma vez que as três pessoas infetadas alegavam não ter tido contacto com pessoas provenientes de Cabo Verde ou do Brasil.

Estes dois países são tidos pelas autoridades sanitárias guineenses como sendo os mais próximos da Guiné-Bissau de onde poderia partir o vírus.

Plácido Cardoso afirmou que o Ministério da Saúde Pública "vai montar armadilhas" nos portos, aeroportos e nas ilhas Bijagós, para capturar mosquitos que serão estudados para eventualmente determinar qual o perfil entomológico do vírus que chegou à Guiné-Bissau.

Até agora, Cabo Verde e a Guiné-Bissau são os dois únicos países da África ocidental afetados pela epidemia de Zika, que, desde que foi sinalizada, em outubro de 2015, já registou casos em 62 países, sobretudo no continente americano, mas também na região do Pacífico ocidental.

O Zika é transmitido pelo mosquito 'Aedes aegypti' e o impacto no ser humano pode acontecer durante a gravidez: organizações internacionais de saúde já confirmaram que a infeção pode causar microcefalia no feto.

Vários trabalhos de investigação estão a decorrer para desenvolver tratamentos e vacinas.


Lusa

  • França e Rússia criam grupo de trabalho contra o terrorismo
    1:00

    Mundo

    França e Rússia vão criar um grupo de trabalho para lutar contra o terrorismo. A proposta partiu do Presidentre francês e foi anunciada por Vladimir Putin. Na conferência de imprensa conjunta, o Presidente russo explicou que ambos falaram também da Coreia do Norte.    

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Angola confirma pela 1ª vez que José Eduardo dos Santos está em Espanha por motivos de saúde

    Mundo

    É a primeira vez que o governo de Luanda admite, oficialmente, que o Presidente José Eduardo dos Santos sentiu-se mal e está a receber assistência médica em Espanha. Com 74 anos, os últimos 38 como Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos tem feito visitas regulares a Barcelona para efetuar exames médicos, mas nem uma palavra sobre as suspeitas de que o Chefe de Estado angolano teria sofrido um AVC recentemente.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.