Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:18

Barroso espera que acordo aumente a confiança entre a Rússia e Ucrânia

2
3:47

Médica portuguesa parte para a Serra Leoa para ajudar no combate ao Ébola

3
0:47

Ministro da Defesa realça prontidão da força aérea a intercetar bombardeiros russos

4
0:31

Paulo Portas diz que já cumpriu a sua missão para a reforma do Estado

5
1:09

Debate sobre OE teve "momento zen" entre Ana Paula Vitorino e Pires de Lima

6
1:00

Acordo vai permitir que os ucranianos não passem frio no inverno

7
2:21

Como responde a NATO às incursões russas

8
3:42

Oposição acusa Governo de apresentar OE que continua a apostar em cortes

9
0:33

"Samaris até podia ser ponta-de-lança e eu achar que ele era médio defensivo"

10
2:23

Jesus surpreendido por não estar entre candidatos a melhor treinador do mundo

11
1:21

Treinador do Rio Ave espera pontuar no Estádio da Luz

12
1:01

SIC Notícias ganha prémio de melhor canal de informação

13
3:52

Novo filme "Tartarugas Ninja - Heróis Mutantes" a partir desta semana nos cinemas

Mais Especiais:

O voo MH 370 da Malaysia Airlines desapareceu sobre o Golfo da Tailândia, quando fazia a ligação entre as capitais da Malásia e da China. Levava 239 pessoas a bordo.

2:22
09:10 20.03.2014

Avistados no Oceano Índico "possíveis" fragmentos do Boeing 777 das linhas aéreas da Malásia

Foram avistados, no Oceano Índico, possíveis fragmentos do Boeing 777 das linhas aéreas da Malásia, através de imagens de satélite. A garantia veio do primeiro-ministro australiano, que já enviou aviões de busca para o local para confirmar se, de facto, os destroços pertencem ao aparelho desaparecido há 12 dias com 239 pessoas a bordo.

Quatro aviões militares já foram enviados para a zona, a quatro horas da costa sudoeste da Austrália, a fim de determinar se os objetos identificados serão, ou não, destroços do avião da Malaysia Airlines.

A Autoridade Australiana de Segurança Marítima adverte que aquela área é a de uma rota comercial onde navegam regularmente navios de carga, dos quais caem muitas vezes contentores, pelo que os objetos podem não ser do avião.

A Malásia sublinhou também a necessidade  de verificar a pista anunciada.

"Cada pista representa uma esperança", disse o ministro dos Transportes  da Malásia, Hishammuddin Hussein.  

"Temos sido bastante coerentes. Nós queremos verificar, queremos corroborar",  declarou.  

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: VIDEO
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .