sicnot

Perfil

Avião desaparecido

Avião desaparecido

Voo MH370

Operações de busca de destroços do voo MH370 começam na ilha de Reunião

As operações de busca francesas começaram esta sexta-feira ao largo da ilha de Reunião, ilha francesa no oceano Índico, para tentar encontrar mais destroços do voo MH370, desaparecido em março do ano passado.

"As condições não são ótimas para um voo ou para a mobilização de um navio da marinha", disseram fontes próximas das autoridades da Reunião.

"As condições não são ótimas para um voo ou para a mobilização de um navio da marinha", disseram fontes próximas das autoridades da Reunião.

© Jacky Naegelen / Reuters

Um avião militar do tipo CASA (avião de carga tático militar), pertencente ao destacamento aéreo 181, partiu a meio do dia da base militar de Sainte-Marie (norte da Reunião) "para efetuar buscas em torno das costas da ilha", disse à agência noticiosa francesa AFP a comandante Aline Simon.

As autoridades francesas tinham anunciado na quinta-feira o destacamento "de meios aéreos e marítimos suplementares para detetar a eventual presença de novos destroços", na sequência da identificação de um fragmento da asa do Boeing 777 do voo MH370 da Malásia Airlines, desaparecido a 8 de março de 2014 com 239 pessoas a bordo.

"Patrulhas a pé, helicópteros de buscas e brigadas naúticas" também vão ser mobilizadas, indicou o governo francês.

As condições meteorológicas dificultaram o lançamento da operação esta manhã, devido à chuva no norte e leste da ilha.

"As condições não são ótimas para um voo ou para a mobilização de um navio da marinha", disseram fontes próximas das autoridades da Reunião.

O município de Saint-André, zona onde foram encontrados o fragmento da asa e pedaços de malas, a 29 de julho, anunciou que "equipas municipais e associativas" iam efetuar "uma busca minuciosa" no litoral.

As autoridades da ilha vizinha das Maurícias mantiveram as buscas, iniciadas na segunda-feira a pedido de Kuala Lumpur.

Um avião utilizado pela polícia realizou duas saídas na quinta-feira. Uma terceira saída foi efetuada por um avião "Defender", usado em buscas marítimas, disse uma porta-voz da polícia maurícia.

O perímetro potencial das buscas é imenso, e as equipas francesas deverão concentrar-se na área da Corrente Equatorial Sul (CES), que circula entre a Austrália e a Indonésia, em direção a Madagáscar.

De acordo com vários oceanógrafos, esta corrente teria levado o 'flap' do MH370 até à Reunião.

Lusa

  • Familiares das vítimas do voo MH370 querem mais respostas
    1:58

    Voo MH370

    Os familiares das vítimas do voo MH370 da Malaysia Airlines querem ainda mais respostas e perceber o que realmente se passou. Receberam com estranheza a confirmação de que os destroços encontrados na ilha da Reunião são do avião desaparecido. A maioria ainda tem esperança de que as autoridades possam encontrar mais do que os destroços do aparelho e anseiam por fazer o luto.

  • Encontrados novos destroços que podem pertencer ao voo MH370
    1:52

    Voo MH370

    Novos destroços foram encontrados no Índico, que podem pertencer ao avião das linhas aéreas da Malásia, que desapareceu no ano passado. A informação foi avançada pelo ministro dos Transportes do país, um dia depois de ter sido confirmado que o fragmento da asa recuperado pertencia mesmo ao Boeing 777 do voo MH 370. A Austrália, que lidera as buscas, está confiante de que as operações estão a decorrer no lugar certo e acredita agora estar mais perto de resolver o mistério.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.