sicnot

Perfil

Avião desaparecido

Avião desaparecido

Voo MH370

Destroços encontrados na ilha de Reunião pertencem ao voo MH370

Os destroços encontrados no passado mês de julho na ilha francesa de Reunião pertencem ao Boeing 777 que realizava o voo MH370 entre Kuala Lumpur e Pequim, desaparecido em março do ano passado. A garantia foi dada esta quinta-feira pelas autoridades francesas.

© Prisca Bigot STR / Reuters

"É possível dizer com segurança que o 'flaperon' descoberto na Ilha de Reunião a 29 de julho pertencia ao voo MH370", informaram os procuradores franceses num comunicado divulgado em Paris.

Segundo o texto, os números de série do fragmento correspondem a uma peça fabricada pela Airbus Defence and Space para a Boeing.

O Boeing 777 fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim quando desapareceu dos radares, a 08 de março de 2014.

O fragmento da asa, com dois metros de comprimento, foi encontrado ao largo da ilha de Reunião, um território ultramarino francês, e levado para França para ser submetido a análises de especialistas em aviação.

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, tinha afirmado, dias depois de serem encontrados os destroços, que eles pertenciam ao voo da Malaysia Airlines, mas os investigadores preferiram na altura dizer apenas que havia uma "probabilidade muito elevada" de se tratar do avião desaparecido.

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC