sicnot

Perfil

Avião desaparecido

Avião desaparecido

Voo MH370

Malásia vai procurar destroços do MH370 na costa de Moçambique e África Sul

A Malásia vai enviar uma equipa para procurar destroços do avião MH370 nas costas da África do Sul e de Moçambique, após a descoberta de três possíveis fragmentos na região, anunciou hoje o ministro malaio dos Transportes.

© Damir Sagolj / Reuters

Citado pelos media australianos e malaios, Liow Tiong Lai afirmou que os dois destroços encontrados em Moçambique são quase certamente do MH370, após análises feitas por especialistas que investigam o desaparecimento do voo da Malaysia Airlines.

O ministro explicou que as dimensões, materiais e construção de dois fragmentos descobertos na costa moçambicana são conformes com as de um Boeing 777, e acrescentou que a pintura e as marcas correspondem às da companhia aérea da Malásia.

Referiu-se ainda a um terceiro fragmento, que tem parte do símbolo da Rols Royce, fabricante dos motores da Boeing, e foi descoberto na costa sul-africana, e afirmou que uma equipa malaia seguirá para a África do Sul para recuperar essa peça e levá-la para a Austrália, país que lidera a investigação ao desaparecimento do MH370.

Perante as descobertas destes destroços, "é preciso pesquisar a costa sul-africana para encontrar mais fragmentos", disse Liow Tiong Lai, afirmando que a Malásia aguarda agora a aprovação das autoridades sul-africanas para enviar uma equipa para o terreno.

"A pesquisa da costa será feita por uma equipa malaia e focar-se-á entre a África do Sul e Moçambique", acrescentou.

O voo Kuala Lumpur-Pequim desapareceu a 08 de março de 2014, com 239 passageiros e tripulação a bordo.

As buscas concentram-se agora numa área subaquática de 25 mil quilómetros quadrados no Oceano Índico e os governos da Austrália, Malásia e China já garantiram que a área a investigar não será expandida na ausência de novas informações credíveis.

Até agora ainda não se descobriu onde o avião caiu e apenas parte de uma asa do Boeing 777 foi recuperada de uma praia no Oceano Índico, na Ilha da Reunião, tendo sido definitivamente ligada ao MH370.

Especialistas, incluindo da Austrália e da Boeing, têm examinado, juntamente com uma equipa malaia, os dois pedaços encontrados no início do mês em Moçambique.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".