sicnot

Perfil

Prémio Intermarché Produção Nacional 2017

Agrobacorinho - Porcos bísaros de excelência

Há iniciativas que surgem como resultado de paixões e acabam por envolver diversas gerações de empreendedores, empenhados na tradição e na preservação das espécies nacionais.

Há iniciativas que surgem como resultado de paixões e acabam por envolver diversas gerações de empreendedores, empenhados na tradição e na preservação das espécies nacionais. A AgroBacorinho nasceu da vontade trazer de novo às terras do concelho de Trancoso o porco de raça Bísara, valorizando-o enquanto relíquia gastronómica. É esta propriedade que fornece a empresa de enchidos que está na mesma família há quase cem anos: a Casa da Prisca.

Se a marca era já conhecida, a exploração que a fornece nem tanto. Isto alterou-se em 2016, quando a AgroBacorinho foi finalista do Prémio Intermarché Produção Nacional na categoria de Carne. “O Intermarché ajudou a aumentar a notoriedade do nosso projeto e a divulgar os produtos. No fundo, as pessoas ficaram a conhecer a exploração que temos associada à marca, agora sabem que somos criadores de uma raça autóctone que estava em vias de extinção”, adianta António Santos, um produtor que aposta num projeto autossustentável.

O que muitos ainda não sabem é que, além dos porcos, aqui se criam ovelhas da Serra da Estrela, cabras serranas jarmelistas, vacas jarmelistas e burros mirandeses. “Interessa-nos a preservação das espécies e a sua valorização”, reforça António Santos. Conseguem assim introduzir algumas raças que estavam extintas no concelho e orgulham-se de trabalhar com animais de raça pura: “Até a alimentação é adaptada ao meio. Àquela que predomina na natureza adicionamos alguns elementos compostos, mas de elevada qualidade.” Criados em Freches - numa antiga propriedade da família - os porcos crescem ao ar livre e com uma alimentação natural e doméstica. O resultado: com esta criação sustentável consegue-se uma carne firme mas tenra, pronta para confecionar enchidos de elevada qualidade, que ajudam a enriquecer a gastronomia de Portugal e a satisfazer os paladares mais exigentes.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".