sicnot

Perfil

Mundo

  • Portugal e Angola com relações fraternas mas visitas congeladas
    2:00

    País

    O primeiro-ministro caraterizou hoje como "fraternas" e de "excelência" as relações político-económicas luso-angolanas, mas referiu que o processo judicial que envolve o ex-vice-presidente de Angola Manuel Vicente mantêm congeladas as visitas de alto nível.António Costa falava em Davos, na Suiça, aos jornalistas no final de uma reunião de 40 minutos com João Lourenço, que decorreu no hotel em que o líder do executivo português está instalado e que começou com cerca de 50 minutos de atraso.

  • Futuro de Lula conhecido esta quarta-feira
    8:04

    Opinião

    Jair Rattner, comentador SIC, esteve na Edição da Noite desta terça-feira para falar sobre o julgamento de recurso feito por Lula da Silva, que pode ser decisivo para a entrada do ex-Presidente do Brasil nas eleições presidenciais deste ano.

  • Lula da Silva prestes a saber se pode voltar a candidatar-se à presidência do Brasil
    1:35

    Mundo

    A justiça brasileira decide quarta-feira sobre o recurso de Lula de Silva à condenação de nove anos e meio de prisão. O ex-Presidente vai ficar a saber se pode ou não candidatar-se novamente à presidência. Apesar das acusações de corrupção e de lavagem de dinheiro, todas as sondagens colocam Lula como favorito na corrida. Para quarta-feira estão previstas manifestações contra e a favor do ex-Presidente do Brasil.

  • Nicolás Maduro disponível para mais um mandato presidencial

    Mundo

    O Presidente Nicolás Maduro disponibilizou-se esta terça-feira para se candidatar a mais um mandato presidencial, se assim o decidirem as forças políticas do chavismo, nas próximas eleições presidenciais convocadas pela Assembleia Constituinte, que deverão ocorrer até 30 de abril.

  • Erdogan e Trump vão discutir ataque turco às milícias curdas
    1:55

    Mundo

    Os presidentes da Turquia e dos Estados Unidos da América vão falar esta quarta-feira sobre a ofensiva turca em território sírio. As operações militares da Turquia em Afrin, no norte da Síria, visam destruir o domínio territorial conquistado por uma milícia curda, apoiada por Washington.