Última Edição

0
0:08

Última Edição

1
3:43

"É um caso político, eles não querem saber da lei"

2
1:38

Dezasseis dos dezassete ativistas angolanos aguardam decisão do Supremo em liberdade

3
1:24

Schäuble avisa que se Portugal não cumprir as regras vai precisar de novo resgate

4
0:25

Marcelo desvaloriza afirmações de Schäuble sobre eventual resgate português

5
2:12

Terroristas terão entrado pela porta das chegadas por ser menos controlada

6
1:45

Aeroporto de Istambul era considerado um dos mais seguros

7
1:22

Dez estrangeiros entre os 41 mortos no ataque ao aeroporto de Istambul

8
1:43

Líderes europeus não negoceiam com o Reino Unido sem um pedido oficial de saída

9
0:46

Hollande preocupado com o futuro de emigrantes no Reino Unido

10
2:10

Costa contradiz Centeno e descarta revisão de previsões para 2016

11
2:06

Comissão parlamentar à CGD vai incidir sobre as práticas do banco desde 2000

12
1:14

Supeitas de homicídio seguido de suicídio no caso de mãe e filho carbonizados nos Açores

13
2:28

Fernando Santos não cai em "canções do bandido" e quer jogadores "acordadinhos"

14
1:28

Selecionador polaco considera que Portugal tem uma equipa muito completa

15
2:35

País de Gales quer continuar fazer história no Euro 2016

16
1:10

Islândia elogiada na criatividade dos festejos de golos

17
1:37

Personagem do último filme da Disney criticado devido à obesidade

18
1:29

Recinto do MEO Sudoeste com novos serviços

10:34 19.08.2014

Cientistas estudam método para diagnosticar 13 tipos de cancro através de teste sanguíneo

Reuters

Investigadores japoneses começaram a desenvolver  um método para diagnosticar 13 dos tipos de cancro mais comuns através de  uma análise ao sangue que, segundo os cientistas, seria "o primeiro sistema  de deteção de alta precisão do mundo". 

O grupo de investigadores, formado pelo Centro Nacional de Cancro (CNC)  do Japão, pelo Centro de Desenvolvimento de Novas Tecnologias e Indústrias  (NEDO), universidades e sete empresas, aspira ter disponível o novo sistema  num prazo de cinco anos, de acordo com informações divulgadas hoje por estas  instituições num comunicado conjunto citado pela agência Efe. 

O projeto conta com um orçamento de 7.900 milhões de ienes (57 milhões  de euros), financiados pelo NEDO, um organismo científico independente.

O seu objetivo passa por diagnosticar designadamente os cancros do estomago,  esófago, pulmão, fígado, vesícula biliar, pâncreas, cólon, ovários, próstata,  bexiga e mama. 

Este seria "o primeiro sistema de diagnóstico de alta precisão do mundo"  para o cancro, afirma na mesma nota o presidente do CNC, Tomomitsu Hotta,  assinalando que o método permitiria aumentar a esperança de vida dos pacientes.

Simultaneamente, o NEDO trabalhará no desenvolvimento de um sistema  idêntico para o Alzheimer, segundo o consórcio de investigadores. 

 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
23:38
Selecionador polaco considera que Portugal tem uma equipa muito completa
23:38
Islândia elogiada na criatividade dos festejos de golos
23:36
Árbitros estrangeiros poderão ser requisitados na próxima época
23:33
Obama admite "preocupações" quanto ao crescimento económico a longo prazo
23:32
Líderes europeus não negoceiam com o Reino Unido sem pedido oficial de saída
23:28
Seg. Social cria grupo para analisar situação de mãe em greve de fome
23:09
10 estrangeiros entre os 41 mortos no ataque ao aeroporto de Istambul
23:07
Governo turco descarta falhas de segurança no aeroporto de istambul
23:06
Santander e Deutsche Bank falham testes de stress norte-americanos
23:05
Investimentos da Oi programados para 2016 serão mantidos
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .