Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
2:15

Explosão em Sesimbra sem registo de feridos, garante autarca

2
1:29

Bombeiros e polícia receberam centenas de telefonemas de pessoas assustadas após explosão

3
2:08

Diretor da Autoridade Tributária apagou emails que comprovavam existência de lista VIP

4
1:33

Bagão Félix considera grave que tanta gente tenha acesso a dados fiscais dos contribuintes

5
2:33

CDU recorre ao Constitucional por nova recontagem de votos na Madeira

6
1:24

Alberto João Jardim considera "bizarra" situação eleitoral na Madeira

7
2:43

Passos diz que espera que saída de Costa contribua para melhor oposição

8
1:33

O perfil do novo presidente da Câmara de Lisboa

9
2:36

Bruno de Carvalho aponta Taça de Portugal como grande objetivo da época

10
1:14

Danilo torna-se o defesa mais caro de sempre do Real Madrid

11
1:51

Arranca prazo para entrega do IRS pela internet

12
3:01

Desbloqueio de ajuda financeira à Grécia não deve acontecer antes de 9 de abril

13
2:06

ONU pede respeito pelos direitos humanos no Iémen

14
3:04

Museu Diocesano de Santarém distinguido com o Prémio Vilalva 2014

15
3:23

SIC fala com atriz Kristin Scott Thomas sobre "Suite Francesa"

10:34 19.08.2014

Cientistas estudam método para diagnosticar 13 tipos de cancro através de teste sanguíneo

Reuters

Investigadores japoneses começaram a desenvolver  um método para diagnosticar 13 dos tipos de cancro mais comuns através de  uma análise ao sangue que, segundo os cientistas, seria "o primeiro sistema  de deteção de alta precisão do mundo". 

O grupo de investigadores, formado pelo Centro Nacional de Cancro (CNC)  do Japão, pelo Centro de Desenvolvimento de Novas Tecnologias e Indústrias  (NEDO), universidades e sete empresas, aspira ter disponível o novo sistema  num prazo de cinco anos, de acordo com informações divulgadas hoje por estas  instituições num comunicado conjunto citado pela agência Efe. 

O projeto conta com um orçamento de 7.900 milhões de ienes (57 milhões  de euros), financiados pelo NEDO, um organismo científico independente.

O seu objetivo passa por diagnosticar designadamente os cancros do estomago,  esófago, pulmão, fígado, vesícula biliar, pâncreas, cólon, ovários, próstata,  bexiga e mama. 

Este seria "o primeiro sistema de diagnóstico de alta precisão do mundo"  para o cancro, afirma na mesma nota o presidente do CNC, Tomomitsu Hotta,  assinalando que o método permitiria aumentar a esperança de vida dos pacientes.

Simultaneamente, o NEDO trabalhará no desenvolvimento de um sistema  idêntico para o Alzheimer, segundo o consórcio de investigadores. 

 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
00:29
Bolsa do Japão abriu em alta
00:17
Câmara de Sesimbra afirma que pedreira tinha autorizações
00:15
Documentário com imagens inéditas de Sinatra estreia nos EUA
00:12
Prémios Sophia 2015 distinguem hoje cinema português
00:11
Álbum de estreia de James Bay já chegou a Portugal
00:10
Tiago Pinto feliz com experiência na seleção
00:08
Governo grego quer avançar com sistema de lotaria como em Portugal
00:07
Procurador francês nega vídeos de passageiros nos Alpes
00:05
Arranca prazo para entrega do IRS pela internet
00:04
Museu Diocesano de Santarém distinguido com o Prémio Vilalva 2014
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .