sicnot

Perfil

Mundo

Companheira de Nemtsov já foi autorizada a viajar para a Ucrânia

A principal testemunha do assassínio do opositor russo Boris Nemtsov, que se queixava de estar retida em Moscovo, foi autorizada a viajar e está a caminho de Kiev, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano. 

© Maxim Shemetov / Reuters

"Ganna Duritska acaba de partir para Kiev. Os diplomatas ucranianos em Moscovo deram-lhe toda a assistência necessária para o regresso a casa", escreveu Yevhen Perebyinis, ao fim de segunda-feira, na sua conta na rede social Twitter.

Testemunha do assassínio de Nemtsov, a companheira ucraniana deste elemento da oposição russa, uma modelo com 23 anos, queixou-se hoje de estar "retida" na Federação Russa.

A jovem estava com Nemtsov numa ponte situada nas redondezas do Kremlin, quando este foi assassinado com tiros nas costas na noite de sexta-feira. 









Lusa
  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08