sicnot

Perfil

Mundo

Companheira de Nemtsov já foi autorizada a viajar para a Ucrânia

A principal testemunha do assassínio do opositor russo Boris Nemtsov, que se queixava de estar retida em Moscovo, foi autorizada a viajar e está a caminho de Kiev, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano. 

© Maxim Shemetov / Reuters

"Ganna Duritska acaba de partir para Kiev. Os diplomatas ucranianos em Moscovo deram-lhe toda a assistência necessária para o regresso a casa", escreveu Yevhen Perebyinis, ao fim de segunda-feira, na sua conta na rede social Twitter.

Testemunha do assassínio de Nemtsov, a companheira ucraniana deste elemento da oposição russa, uma modelo com 23 anos, queixou-se hoje de estar "retida" na Federação Russa.

A jovem estava com Nemtsov numa ponte situada nas redondezas do Kremlin, quando este foi assassinado com tiros nas costas na noite de sexta-feira. 









Lusa
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".