sicnot

Perfil

Mundo

Companheira de Nemtsov já foi autorizada a viajar para a Ucrânia

A principal testemunha do assassínio do opositor russo Boris Nemtsov, que se queixava de estar retida em Moscovo, foi autorizada a viajar e está a caminho de Kiev, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano. 

© Maxim Shemetov / Reuters

"Ganna Duritska acaba de partir para Kiev. Os diplomatas ucranianos em Moscovo deram-lhe toda a assistência necessária para o regresso a casa", escreveu Yevhen Perebyinis, ao fim de segunda-feira, na sua conta na rede social Twitter.

Testemunha do assassínio de Nemtsov, a companheira ucraniana deste elemento da oposição russa, uma modelo com 23 anos, queixou-se hoje de estar "retida" na Federação Russa.

A jovem estava com Nemtsov numa ponte situada nas redondezas do Kremlin, quando este foi assassinado com tiros nas costas na noite de sexta-feira. 









Lusa
  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.