sicnot

Perfil

Mundo

Fotos mostram presos brasileiros a fazer churrasco e a beber cerveja em cadeia da Baía

Reclusos brasileiros da Penitenciária Lemos Brito, em Salvador da Baía, foram registados a fazer um churrasco e a beber cerveja, em fotos encontradas em telemóveis apreendidos em 2014 e divulgadas hoje pelo jornal Folha de São Paulo.  

© Paulo Whitaker / Reuters

Nas imagens, os reclusos posam, ao lado da carne e também de aparelhos de ginástica, dentro da penitenciária, considerada uma das cinco piores do Brasil. 

De acordo com o diário brasileiro, há prostituição de mulheres, que entram naquele estabelecimento como se fossem mulheres de presos. Na penitenciária, entrarão também refrigerantes e alimentos como frango e feijão, que são vendidos por alguns reclusos. 

A unidade prisional, que tem capacidade para 771 reclusos, está superlotada e abriga 1.315 homens. O Ministério Público Estadual instaurou uma investigação sobre as condições da penitenciária, ainda segundo a Folha de São Paulo. 

O Governo da Baía, responsável pela cadeia, informou que o Estado está "em situação bem melhor do que os demais Estados", e que há "um pouco de exagero" nas denúncias, citado pelo jornal.

Ainda de acordo com o Executivo Estadual, no passado já houve casos de divulgação de fotos "falsificadas ou antigas". 


Com Lusa
  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.