sicnot

Perfil

Mundo

Começou julgamento do suspeito do duplo atentado de Boston

O julgamento do suspeito do duplo atentado de Boston perpetrado em 2013, Djokhar Tsarnaev, começou hoje no tribunal federal daquela cidade norte-americana do estado de Massachusetts (nordeste).

© Stringer . / Reuters

Djokhar Tsarnaev, um jovem muçulmano de 21 anos de origem chechena que se declarou inocente, arrisca a pena de morte por este duplo atentado, o mais grave nos Estados Unidos desde os ataques do 11 de setembro de 2001.

A 15 de abril de 2013, duas bombas artesanais explodiram junto da linha de chegada da popular maratona de Boston, matando três pessoas e ferindo outras 264.

Várias vítimas e familiares de vítimas, nomeadamente os pais de Martin Richard, um rapaz de oito anos que morreu nos atentados, quiseram presenciar o início do julgamento. A sala de audiências do tribunal federal de Boston ficou completamente cheia.

Djokhar Tsarnaev, que vivia nos Estados Unidos desde 2002 e que obteve a cidadania norte-americana em 2012, é acusado de ser responsável pelos atentados com o seu irmão mais velho Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, que acabou por ser morto alguns dias depois dos ataques durante uma perseguição policial.

O jovem declarou-se não culpado das 30 acusações federais relacionadas com os ataques e do assassinato de um agente da polícia na altura em que estava em fuga com o seu irmão mais velho.

Na terça-feira, as autoridades judiciais anunciaram que a defesa e a acusação tinham chegado a acordo sobre os 12 membros efetivos e os seis suplentes do júri que vai pronunciar-se sobre Tsarnaev.

A seleção do júri, que começou a 05 de janeiro, atrasou em mais de um mês o início do julgamento, que estava previsto para 26 de janeiro.

Entre as 18 pessoas selecionadas estão 10 mulheres e oito homens, segundo indicou o jornal The Boston Globe.



Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.