sicnot

Perfil

Mundo

Começou julgamento do suspeito do duplo atentado de Boston

O julgamento do suspeito do duplo atentado de Boston perpetrado em 2013, Djokhar Tsarnaev, começou hoje no tribunal federal daquela cidade norte-americana do estado de Massachusetts (nordeste).

© Stringer . / Reuters

Djokhar Tsarnaev, um jovem muçulmano de 21 anos de origem chechena que se declarou inocente, arrisca a pena de morte por este duplo atentado, o mais grave nos Estados Unidos desde os ataques do 11 de setembro de 2001.

A 15 de abril de 2013, duas bombas artesanais explodiram junto da linha de chegada da popular maratona de Boston, matando três pessoas e ferindo outras 264.

Várias vítimas e familiares de vítimas, nomeadamente os pais de Martin Richard, um rapaz de oito anos que morreu nos atentados, quiseram presenciar o início do julgamento. A sala de audiências do tribunal federal de Boston ficou completamente cheia.

Djokhar Tsarnaev, que vivia nos Estados Unidos desde 2002 e que obteve a cidadania norte-americana em 2012, é acusado de ser responsável pelos atentados com o seu irmão mais velho Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, que acabou por ser morto alguns dias depois dos ataques durante uma perseguição policial.

O jovem declarou-se não culpado das 30 acusações federais relacionadas com os ataques e do assassinato de um agente da polícia na altura em que estava em fuga com o seu irmão mais velho.

Na terça-feira, as autoridades judiciais anunciaram que a defesa e a acusação tinham chegado a acordo sobre os 12 membros efetivos e os seis suplentes do júri que vai pronunciar-se sobre Tsarnaev.

A seleção do júri, que começou a 05 de janeiro, atrasou em mais de um mês o início do julgamento, que estava previsto para 26 de janeiro.

Entre as 18 pessoas selecionadas estão 10 mulheres e oito homens, segundo indicou o jornal The Boston Globe.



Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.