sicnot

Perfil

Mundo

Obama decreta mais sanções à Venezuela devido a violação de direitos humanos

O Presidente norte-americano, Barack Obama, ordenou hoje a aplicação de novas sanções a sete altos responsáveis venezuelanos, atuais ou antigos, que acusa de violação dos direitos humanos.

© Jonathan Ernst / Reuters

"Estamos profundamente preocupados com o aumento das iniciativas do Governo venezuelano para intimidar os seus opositores políticos", indicou a Casa Branca num comunicado em que anunciou a assinatura da ordem de execução de uma lei aprovada no final de 2014.

Obama declarou igualmente que existe uma situação de "emergência nacional" nos Estados Unidos devido ao "extraordinário risco" que representa a situação na Venezuela para a segurança norte-americana.

As sanções a aplicar aos sete altos responsáveis venezuelanos, entre os quais o diretor-geral dos serviços secretos e o diretor da polícia nacional, são proibição de entrada nos Estados Unidos e congelamento de bens.

Outro dos alvos de Obama foi Katherine Nayarith Haringhton Padrón, a procuradora do ministério público que acusou o presidente da câmara de Caracas, Antonio Ledezma, de conspiração para cometer golpe de Estado.

Dois anos após a morte do Presidente Hugo Chávez, o sucessor por ele escolhido, o Presidente Nicolás Maduro, fez aumentar o discurso anti-Estados Unidos, à medida que a economia do país piorava.

O seu Governo ordenou recentemente que o número de diplomatas na embaixada norte-americana fosse reduzido de 100 para 17 até ao dia 17 de março e começou a exigir vistos aos viajantes norte-americanos.

A maioria dos responsáveis venezuelanos alvo das sanções hoje decretadas foi acusada de envolvimento na repressão violenta, em 2014, das manifestações da oposição, de que resultaram mais de 40 mortos.

A Casa Branca descreveu hoje as acusações ao autarca de Caracas, uma importante figura da oposição, como "baseadas em informação improvável -- e, em alguns casos, fabricada".


Lusa
  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC