sicnot

Perfil

Mundo

EUA dizem que existe "um reino de terror" na Crimeia e no leste da Ucrânia

Os Estados Unidos indicaram hoje existir um "reino de terror" na Crimeia e no leste da Ucrânia, que será imposto por rebeldes separatistas pró-russos e por Moscovo.

Estados Unidos dizem que Rebeldes e Moscovo impõem "reino de terror" na Crimeia e no leste da Ucrânia.

Estados Unidos dizem que Rebeldes e Moscovo impõem "reino de terror" na Crimeia e no leste da Ucrânia.

© Stringer . / Reuters

"Embora a Ucrânia seja uma nação pacífica, democrática e independente em 93% do seu território, a Crimeia e o leste da Ucrânia estão sob o controlo de um reino de terror", disse a secretária de Estado adjunta para a Europa, Victoria Nuland, na Comissão dos Negócios Estrangeiros do Senado.

Nuland criticou "a ocupação ilegal e as violações dos direitos humanos" na Crimeia, anexada por Moscovo em março de 2014, assim como "a violência e os saques terríveis" que serão perpetrados pela "Rússia e pelas suas marionetas separatistas" no leste ucraniano.

"Este conflito fabricado, controlado pelo Kremlin, alimentado por tanques e armas pesadas russas, financiado pelos contribuintes russos, matou mais de 6.000 ucranianos, mas também centenas de jovens russos enviados para lá pelo Kremlin para lutarem e morrerem, numa guerra que o seu governo nega", disse ainda a responsável.

Na semana passada, diante da Comissão dos Negócios Estrangeiros da Câmara dos Representantes, Nuland afirmou que "milhares e milhares" de soldados russos foram enviados para o leste da Ucrânia para ajudarem os rebeldes pró-russos.

Moscovo sempre desmentiu qualquer envolvimento militar no seu vizinho ucraniano.


Lusa
  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.