sicnot

Perfil

Mundo

Anúncio de venda de casa na Indonésia inclui mulher disponível para casar

Um portal eletrónico lançou uma oferta de compra de uma vivenda na ilha indonésia de Java, com jardim, um pequeno lago, que inclui uma mulher, disponível para um futuro matrimónio, informam hoje os media locais. 

Segundo o anúncio publicado pelo portal de venda de propriedades "Rumahdijual.com", o valor mínimo da vivenda, localizada no distrito de Sleman, perto de Yogyakarta, e da oferta de compromisso é 999 milhões de rupias indonésias (103 mil euros).

"Compra com o preço acordado e fica com a proprietária como tua esposa (termos e condições aplicáveis) ", diz a singular oferta.

Wina Lia, uma indonésia de 40 anos, que detém a propriedade, disse ao diário Kompas estar de acordo com a oferta, já que "está à procura de marido".

"O meu desejo é vender esta casa, mas seria genial se também encontrasse a minha alma gémea", afirmou Wina Lia, proprietária de um salão de beleza.

Diz ainda não ter requisitos especiais relativamente ao futuro marido, mas confessa que gostava de arranjar "um bom muçulmano", comentou ao portal "Indoberita.com".

O anúncio conta com centenas de interessados, segundo disse o agente imobiliário Dian Purna Dirgantara, autor da campanha de venda, ao portal "Time", indicando que o futuro comprador não tem que aceitar a proposta de casamento.


Lusa


  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21