sicnot

Perfil

Mundo

Ciclone tropical devastador atinge Vanuatu

Um devastador ciclone tropical atingiu Vanuatu, ilha do Pacífico Sul, deixando um rasto de "destruição inacreditável", temendo-se que haja dezenas de vítimas mortais, segundo relatos de organizações não-governamentais.

© Ho New / Reuters

Trabalhadores da Cruz Vermelha da Austrália deram conta, através da rede social Twitter, da "inacreditável destruição" em Vanuatu, indicando que "as necessidades humanitárias são enormes", dado que "muitas pessoas perderam as suas casas". 

O ciclone tropical Pam atingiu na categoria máxima (5) o Vanuatu, provocando "apagões" massivos, estando as comunicações cortadas em quase toda a região, pelo que, segundo os serviços de emergência, serão precisas várias horas até que se possa ter uma ideia clara da situação no arquipélago.

"Abrigos, comida e água [são] prioridades urgentes", acrescentaram os mesmos funcionários da Cruz Vermelha australiana no Twitter citados pela CNN.

O gabinete de coordenação para os assuntos humanitários da ONU revelou hoje estar a tentar confirmar as informações de que o ciclone tropical fez 44 mortos.

O ciclone tropical Pan atravessou a principal ilha de Vanuatu, com mais de 65 mil habitantes, transportando ventos de mais de 250 quilómetros por hora e obrigando os moradores a passarem a noite em abrigos provisórios, disse a responsável pela região do Pacífico da Cruz Vermelha, Aurelia Balpe, à agência AFP.

O Departamento de Meteorologia da Austrália, que tem estado a monitorizar o ciclone tropical, informou que a maior parte das zonas do Vanuatu foram afetadas.

Aparentemente, o fenómeno mudou a sua trajetória à última hora, golpeando a capital, Port Vila, de forma mais violenta do que o esperado.

Um funcionário da Proteção Civil escreveu mesmo no Facebook que "qualquer pessoa que não esteja neste momento num abrigo corre perigo de vida".


Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.