sicnot

Perfil

Mundo

Ciclone tropical devastador atinge Vanuatu

Um devastador ciclone tropical atingiu Vanuatu, ilha do Pacífico Sul, deixando um rasto de "destruição inacreditável", temendo-se que haja dezenas de vítimas mortais, segundo relatos de organizações não-governamentais.

© Ho New / Reuters

Trabalhadores da Cruz Vermelha da Austrália deram conta, através da rede social Twitter, da "inacreditável destruição" em Vanuatu, indicando que "as necessidades humanitárias são enormes", dado que "muitas pessoas perderam as suas casas". 

O ciclone tropical Pam atingiu na categoria máxima (5) o Vanuatu, provocando "apagões" massivos, estando as comunicações cortadas em quase toda a região, pelo que, segundo os serviços de emergência, serão precisas várias horas até que se possa ter uma ideia clara da situação no arquipélago.

"Abrigos, comida e água [são] prioridades urgentes", acrescentaram os mesmos funcionários da Cruz Vermelha australiana no Twitter citados pela CNN.

O gabinete de coordenação para os assuntos humanitários da ONU revelou hoje estar a tentar confirmar as informações de que o ciclone tropical fez 44 mortos.

O ciclone tropical Pan atravessou a principal ilha de Vanuatu, com mais de 65 mil habitantes, transportando ventos de mais de 250 quilómetros por hora e obrigando os moradores a passarem a noite em abrigos provisórios, disse a responsável pela região do Pacífico da Cruz Vermelha, Aurelia Balpe, à agência AFP.

O Departamento de Meteorologia da Austrália, que tem estado a monitorizar o ciclone tropical, informou que a maior parte das zonas do Vanuatu foram afetadas.

Aparentemente, o fenómeno mudou a sua trajetória à última hora, golpeando a capital, Port Vila, de forma mais violenta do que o esperado.

Um funcionário da Proteção Civil escreveu mesmo no Facebook que "qualquer pessoa que não esteja neste momento num abrigo corre perigo de vida".


Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.