sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de espanhóis manifestam-se contra o aborto em Madrid

Milhares de espanhóis manifestaram-se hoje, em Madrid, contra a decisão do Governo espanhol de abandonar os planos para restringir o acesso das mulheres ao aborto, que poderá custar os votos dos conservadores nas eleições deste ano. 

© Andrea Comas / Reuters

© Andrea Comas / Reuters

© Andrea Comas / Reuters

© Andrea Comas / Reuters

© Andrea Comas / Reuters

Acenando com bandeiras brancas, os manifestantes pró-vida de todas as idades manifestaram-se pelo centro de Madrid e, entre as várias palavras de ordem, gritavam "Todas as vidas importam!".

O primeiro-ministro, Mariano Rajoy, prometeu antes das eleições de 2011 que iria restringir a lei do aborto em Espanha, mas abandonou o plano em setembro do ano passado, devido à discordância dentro do seu próprio partido (Partido Popular/PP).

Esta reforma teria terminado com o direito da mulher de optar livremente por um aborto até 14 semanas de gravidez, o que é padrão em grande parte da Europa.

O Governo espanhol, no mês passado, propôs uma nova reforma, obrigando as jovens entre os 16 e 17 anos a terem o consentimento dos pais para abortar.

Nem mesmo esta proposta conseguiu pacificar os ativistas pró-vida, que alegaram que esta proposição não é suficiente.

"Eu votei no PP porque incluía a defesa do direito à vida no seu programa eleitoral", disse um manifestante, Francisco de Castro, de 40 anos, de Valência.

"Agora, percebemos que não estão a defender a vida. Por essa razão, perderam o meu voto", acrescentou.

O PP chegou ao poder com uma vitória esmagadora sobre os socialistas (PSOE) nas eleições de 2011, no auge da crise económica, mas o panorama eleitoral da Espanha está a transformar-se desde então.

Partidos alternativos como o PODEMOS, de esquerda, e os Cidadãos, de direita, estão a crescer nas pesquisas de opinião, retirando votos ao PP e aos socialistas.


Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42