sicnot

Perfil

Mundo

Ciclone Pam causa 24 mortos em Vanuatu

O ciclone Pam, que afetou o arquipélago de Vanuatu com ventos que superaram os 300 quilómetros por hora, causou a morte a 24 pessoas, confirmou hoje a Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA).

© POOL New / Reuters

De acordo com um relatório da OCHA, registaram-se "11 mortes em Tafea, oito em Efate e cinco em Tanna" na sequência do ciclone, o maior registado até à data, que assolou Vanuatu, atingindo o pico de intensidade na sexta-feira à noite, com ventos entre 250 e 270 quilómetros por hora, e rajadas de 340 quilómetros por hora na capital, Port Vila, além de chuvas torrenciais.

O arquipélago de Vanuatu, composto por mais de 80 ilhas que se estendem entre as Fiji e a Nova Caledónia, é um dos países mais pobres do mundo, e o seu presidente, Baldwin Lonsdale, expressou à AFP a necessidade de ajuda perante a catástrofe natural.

"A necessidade de ajuda humanitária é imediata, precisamos dela agora", disse quando se preparava para regressar a casa após participar na III Conferência Mundial da ONU sobre a Redução de Riscos de Desastres, no Japão, acrescentando que Vanuatu vai precisar de apoio financeiro e assistência para começar a reconstruir as infraestruturas, pois terá de "construir tudo" de novo.

Por seu lado, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estimou que pelo menos 60.000 mil crianças carecem de assistência urgente após terem sido afetadas pelo ciclone, revelando-se particularmente preocupado com a "saúde, nutrição, segurança, educação e reconstrução" naquela região do Pacífico, onde também já chegou uma equipa da Organização Mundial de Saúde.

As agências internacionais de ajuda humanitária descrevem as condições de Vanuatu como as mais desafiadoras que já enfrentaram, piores do que o cenário encontrado após o tufão devastador nas Filipinas, em 2013, segundo notícias de hoje da AFP.

As equipas no terreno deparam-se com a dificuldade em distribuir os mantimentos para as 80 ilhas do arquipélago, advertindo que vão passar vários dias até a ajuda chegar às aldeias remotas afetadas pela tempestade.

No domingo, o Fundo Monetário Internacional ofereceu ajuda financeira a Vanuatu, enquanto o Banco Mundial e o Departamento para o Desenvolvimento Internacional do governo britânico anunciaram hoje o lançamento de um fundo de apoio a países em desenvolvimento para financiar projetos inovadores de capacitação das comunidades contra catástrofes naturais.







Lusa
  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".