sicnot

Perfil

Mundo

Sondagens dão empate técnico nas Legislativas israelitas

O partido do primeiro-ministro israelita, Benjamim Netanyahu, e os seus rivais de centro-esquerda estão empatados, referem sondagens divulgadas esta terça-feira depois de encerradas as urnas para as Legislativas, que dão o terceiro lugar à coligação dos partidos árabes.

Segundo as sondagens realizadas à boca das urnas e divulgadas pela imprensa, o partido de direita do primeiro-ministro israelita, Benjamim Netanyahu, e a lista de centro-esquerda do trabalhista Isaac Herzog estão com um empate técnico, com 27 lugares, cada um, no parlamento.

Segundo as sondagens realizadas à boca das urnas e divulgadas pela imprensa, o partido de direita do primeiro-ministro israelita, Benjamim Netanyahu, e a lista de centro-esquerda do trabalhista Isaac Herzog estão com um empate técnico, com 27 lugares, cada um, no parlamento.

© Baz Ratner / Reuters

Segundo as sondagens realizadas à boca das urnas e divulgadas pela imprensa, o partido de direita do primeiro-ministro israelita, Benjamim Netanyahu, e a lista de centro-esquerda do trabalhista Isaac Herzog estão com um empate técnico, com 27 lugares, cada um, no parlamento.

A Lista Árabe Comum, coligação de quatro partidos que representam a minoria árabe de Israel, converteu-se na terceira força política no parlamento, com a possibilidade de alcançar entre 12 e 13 lugares, segundo as mesmas sondagens.

A coligação árabe poderá ter um peso considerável na próxima legislatura, mas os analistas descartaram qualquer possibilidade de que façam parte do próximo Governo israelita.

Mais de cinco milhões de israelitas votaram hoje nas legislativas antecipadas em Israel para decidir se o atual primeiro-ministro continua ou não na chefia do Governo, e escolher 120 deputados.

No sistema israelita, o chefe do partido vencedor não é necessariamente chamado a formar governo, embora seja o mais bem posicionado para formar uma coligação. As diferentes alianças possíveis tornam muito incerto avançar o nome do próximo líder do executivo.
Lusa
  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC