sicnot

Perfil

Mundo

Criança de quase dois anos sobrevive após estar inanimada durante uma hora e 41 minutos

Uma criança de quase dois anos foi reanimada, depois de ter caído num ribeiro perto da sua casa. Segundo o ABC News, Gardell Martin estava a brincar com os irmãos quando o acidente aconteceu perto da propriedade dos pais, na Pensilvânia, nos Estados Unidos.

© Hugh Gentry / Reuters

Gardell Martin foi retirado de um ribeiro gelado depois de ter estado desaparecido por, aproximadamente, 20 minutos, de acordo com a mãe, Rose Martin. Quando um vizinho encontrou Gardell, o rapaz estava inanimado e de cara para cima, na água.

As equipas de emergência começaram logo a fazer a reanimação cardiorrespiratória e continuaram o processo enquanto transportavam Gardell para o Hospital Pediátrico de Geisinger's Janet Weis. Já no hospital, a criança foi levada para os cuidados intensivos.

"Algumas coisas estavam a favor", disse Rose Martin ao ABC News. "A água fria ajudou a preservar os órgãos e o cérebro".

O hospital confirmou que a temperatura do corpo de Gardell estava gelada. Durante as manobra de reanimação, os médicos tentaram aquecer o corpo do rapaz e fazer com o que o coração começasse a trabalhar. Após 101 minutos, houve, finalmente, pulsação.

"Nos meus 23 anos de trabalho, nunca tinha visto uma reanimação depois de uma hora e 41 minutos", afirmou o pediatra Frank Maffei.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".